Câmara

Sobreviventes de tragédias agradecem aos bombeiros de Jaraguá

07 Dez 2016 - 10h30
Após a reunião ordinária da Câmara, houve uma sessão solene em homenagem ao Dia do Voluntário, comemorado na segunda-feira (5). Neste ano, os Bombeiros Voluntários foram os grandes homenageados. Um dos momentos mais marcantes da solenidade, foram os depoimentos de vítimas que sobreviveram a eventos trágicos, graças a ação dos bombeiros. Uma dessas histórias, é a de Renan Wilhen Lescovicz. Ele foi o único sobrevivente da família que teve a casa soterrada durante um deslizamento de terra no dia 24 de novembro de 2008, na Barra do Rio Cerro.

[jwplayer mediaid="306002"]

 

Outro caso de bastante repercussão na cidade, lembrado durante as homenagens, foi aquele incêndio em uma casa no bairro Jaraguá 84, no dia 9 de janeiro de 2012, onde as gêmeas Stéfani e Dafni, moravam com os pais e um irmão. Stéfani e Dafni, na época com um ano de idade, dormiam em um dos cômodos da casa.  Dafni teve aproximadamente 40% do corpo queimado, sendo que as costas foi a área mais atingida. Stéfani, teve 80% do corpo atingido, tendo queimaduras graves nos braços, perna e rosto.  Ambas foram internadas no Hospital Joana de Gusmão em Florianópolis, onde ficaram internadas por quase cinco meses, e sobreviveram. A mãe, Angela de Lima lembrou emocionada como foi o atendimento dos bombeiros.

[jwplayer mediaid="306007"]

 

Outra vítima que teve a sorte de ser resgatada pelos bombeiros, foi Ariel Marlon Ronchi, que ficou soterrado após o deslizamento de terra que destruiu parte de uma madeireira no bairro Imigrantes, na cidade vizinha de Guaramirim, no dia 22 de novembro de 2008.

[jwplayer mediaid="306006"]

 

O comandante da corporação, Neilor Vincenzi, ao usar a tribuna para agradecer a homenagem, falou sobre a capacidade instalada dos bombeiros para fazer frente ao grande número de ocorrências.

[jwplayer mediaid="306003"]

 

O presidente do Corpo de Bombeiros de Jaraguá do Sul, Hermes Nissen, lembrou que Jaraguá do Sul é uma cidade que destaca pela força do voluntariado. Segundo ele, os bombeiros voluntários são hoje a instituição de maior credibilidade do município.

[jwplayer mediaid="306004"]

 

Ele chama a atenção para a estrutura de formação e capacitação permanente dos bombeiros. Pois essa atividade exige evolução constante.

[jwplayer mediaid="306005"]

 

A corporação dos Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul foi no dia 22 de agosto de 1966, nesse ano, portanto, completou 50 anos de fundação.

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Radar meteorológico não será mais instalado em Jaraguá do Sul

Um dos fatores para a decisão, de acordo com o coordenado regional da Defesa Civil, Osvaldo Gonçalves, foi a indefinição sobre a propriedade do local onde o instrumento seria instalado, no Morro Boa Vista
Radar meteorológico não será mais instalado em Jaraguá do Sul
Geral

Madeira de árvores derrubadas pelo ciclone podem ser usadas no reparo dos danos

Em caráter excepcional, a norma, elaborada pelo Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), levou em consideração a necessidade de material de construção, em especial de madeira
Madeira de árvores derrubadas pelo ciclone podem ser usadas no reparo dos danos
Segurança

Idoso armado com foice ameaça mulheres no Vila Lalau

Idoso armado com foice ameaça mulheres no Vila Lalau
Segurança

Homem esquece chave na ignição e moto desaparece em Jaraguá

O homem chamou a polícia às 4h35 desta terça-feira (7)
Ver mais de Geral