GERAL

Senadora quer que crime de estupro seja imprescritível após caso João de Deus

16 Dez 2018 - 14h25Por Renan Truffi

A líder do MDB no Senado, Simone Tebet (MS), defendeu, por meio de sua conta no Twitter, a aprovação de uma PEC que torna o crime de estupro imprescritível. Simone relacionou a proposta com as denúncias contra o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, acusado de uma série de abusos sexuais contra mulheres em Abadiânia (GO).

Para Simone Tebet, as denúncias contra o líder espiritual, se comprovadas, demonstram o quanto a retirada da prescrição para casos de estupro é importante. "Muitos casos denunciados contra João de Deus, e contra outros, se comprovados, estão prescritos. Cruel, injusto", escreveu a senadora.

A PEC, de autoria do senador Jorge Viana (PT-AC), permite que as vítimas denunciem o crime à Justiça a qualquer tempo. Hoje, esse prazo é de 20 anos, após o qual ocorre a prescrição. A medida está parada na Câmara dos Deputados devido à intervenção federal nos Estados do Rio de Janeiro e de Roraima, até 31 de dezembro.

O caso

João de Deus é considerado foragido da Justiça e seu nome foi incluído na lista da Interpol. A prisão preventiva contra ele havia sido decretada no fim da manhã de sexta-feira, 14. O prazo para se entregar terminou às 14 horas do sábado, 15. João de Deus deve se entregar neste domingo, 16. O jornal "O Estado de S. Paulo" apurou que a data foi definida em uma negociação entre a polícia e a defesa do médium.

A reportagem ainda não conseguiu contato, neste domingo, com os defensores do líder espiritual para saber quando e onde, de fato, ele irá se entregar. O advogado de defesa de João de Deus, Alberto Zacharias Toron, havia afirmado em entrevista que seu cliente vai se entregar antes da apresentação do habeas corpus. A ação será proposta na segunda-feira (17).

Uma vez preso, João de Deus seria levado para Goiânia, onde deve acontecer o interrogatório. O Ministério Público de Goiás também investiga eventual movimentação suspeita de recursos financeiros, como transferência de dinheiro das contas de João de Deus.

Matérias Relacionadas

Geral

Instituto Padre Aloísio recebe reconhecimento de utilidade pública

O Instituto fica na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, no bairro Nereu Ramos, e está inserido na rota do turismo religioso catarinense, que, afirma Gadotti, está em crescimento
Instituto Padre Aloísio recebe reconhecimento de utilidade pública
Política

Reunião marca início de implantação do Sistema Legislativo Digital em Jaraguá

O Sistema vai permitir que todo o processo de tramitação dos projetos de lei e de outras matérias na Câmara seja realizado de forma 100% digital.
Reunião marca início de implantação do Sistema Legislativo Digital em Jaraguá
Geral

Jaraguá ganha novo endereço para degustação e comercialização de vinhos

A Mood Wine abre para o público em geral nesta quinta-feira (24). A loja funciona de segunda-feira a sábado, das 9h às 22h, na Rua Coronel Procópio Gomes de Oliveira, 463, no Centro
Jaraguá ganha novo endereço para degustação e comercialização de vinhos
Geral

Vereador vai sugerir para Joinville Programa "Saco Verde" semelhante ao de Jaraguá

O parlamentar acrescentou que a administração municipal de Joinville estuda modernizar o sistema de coleta e tratamento de resíduos sólidos
Vereador vai sugerir para Joinville Programa "Saco Verde" semelhante ao de Jaraguá
Ver mais de Geral