#ficaemcasa
Consequências

Segundo Fecomércio, ataques prejudicam o comércio de SC

16 Fev 2013 - 12h49

Queda no faturamento, mudança na rotina de trabalho e muita insegurança. Estes são alguns dos efeitos que o comércio catarinense tem amargado desde o início dos atentados no Estado, situação que a Fecomércio-SC pôde constatar durante levantamento, executado na semana passada, com empresários e gestores de lojas em cinco municípios. O estudo (leia a íntegra do relatório aqui) analisou o impacto da onda vandalismo nas cidades de Florianópolis, Joinville, Balneário Camboriú, Chapecó e Itajaí, totalizando 116 entrevistas. A conclusão não surpreende: a Capital é o lugar onde o comércio está mais fragilizado. Em Florianópolis, 95% dos entrevistados alegaram estar se sentindo muito inseguros ou inseguros, seguidos pelos entrevistados de Itajaí (85%) e de Chapecó (64%).

Matérias Relacionadas

Geral

Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19
Educação

Faber-Castell abre 17 cursos de desenho gratuitos na quarentena

Os cursos podem ser feitos de forma individual, ou conjunta com os familiares, para estimular a interação entre todos
Faber-Castell abre 17 cursos de desenho gratuitos na quarentena
Saúde

Jovens de Brasília produzem máscaras em 3D e doam para hospitais

As máscaras são distribuídas gratuitamente em hospitais do Distrito Federal
Jovens de Brasília produzem máscaras em 3D e doam para hospitais
Geral

Criadas lentes de contato que corrigem visão de daltônicos

As lentes também poderão ser utilizadas para outras deficiências
Criadas lentes de contato que corrigem visão de daltônicos
Ver mais de Geral