Unimed - Capa
Geral

SAÚDE: 414 mil beneficiadas com medicamentos gratuitos em SC

12 Set 2012 - 21h26

O Saúde Não Tem Preço - marca do Aqui Tem Farmácia Popular - beneficia cada vez mais brasileiros e amplia o acesso ao tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS). Em Santa Catarina, a iniciativa garantiu medicamentos gratuitos para mais de 414 mil. No estado, o número de pessoas assistidas com a oferta de medicamentos para diabetes e hipertensão aumentou em 892% desde o início da gratuidade. O total mensal de atendimentos passou de 15 mil, em janeiro de 2011, para 151 mil, em agosto de 2012. Em todo o País, 10,7 milhões pessoas já foram beneficiadas desde o início da gratuidade (diabetes e hipertensão).  


Em junho deste ano, com intuito de aumentar o acesso e diminuir o número de internações por asma, o governo federal decidiu incluir no Saúde Não Tem Preço três medicamentos para asma, beneficiando 204 mil pessoas em três meses. Desses, 15.700 estão em Santa Catarina, aumento de 101%. Ao total, são 17 medicamentos gratuitos para diabetes, hipertensão e asma.   Em todo o País, são mais de 20 mil farmácias, entre públicas e particulares credenciadas, que distribuem os medicamentos. Em Santa Catarina, são 1.380 estabelecimentos. Para obter os produtos disponíveis no Saúde não Tem Preço, o usuário precisa apresentar CPF, documento com foto e receita médica dentro do prazo de validade. Pessoas com mais de 60 anos ou com dificuldades de locomoção ficam dispensadas da presença física, podendo o medicamento ser retirado com procuração por familiares ou amigos.  

FARMÁCIA POPULAR - Criado em 2004 para ampliar o acesso da população a medicamentos para as doenças mais comuns entre os cidadãos, o programa Farmácia Popular do Brasil oferta medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto. São medicamentos para o tratamento de doenças como colesterol, osteoporose, doença de Parkinson, além de contraceptivos e fraldas geriátricas.   No último ano, o programa registrou um crescimento de 300% no número de pessoas beneficiadas, saltando de 1,2 milhão em janeiro de 2011 para cinco milhões em agosto de 2012. Já em Santa Catarina, o aumento foi 531%, passando de 31.408 atendidos em janeiro, para 198.208 em agosto.

Matérias Relacionadas

Geral

Expectativa de vida em Santa Catarina é a maior do Brasil, aponta IBGE

Segundo o relatório, mulheres vivem em média 6,5 anos a mais que os homens
Expectativa de vida em Santa Catarina é a maior do Brasil, aponta IBGE
Geral

IBGE: esperança de vida do brasileiro aumentou 31,1 anos desde 1940

A expectativa de vida do homem é de 73,1 anos e a da mulher de 80,1
IBGE: esperança de vida do brasileiro aumentou 31,1 anos desde 1940
Geral

Covid-19: ANTT define novas medidas para o transporte interestadual

Resoluções valem apenas para o transporte rodoviário
Geral

Especialista alerta sobre golpes contra aposentados e pensionistas

A advogada previdenciária, Deborah Lazzaris, participou ao vivo do Diário da Jaraguá nesta quinta-feira (26).
Especialista alerta sobre golpes contra aposentados e pensionistas
Ver mais de Geral