Caraguá
São João do Itaperiu

São João do Itaperiú comemora 25 anos de emancipação

29 Mar 2017 - 13h08
São João do Itaperiú comemora 25 anos de emancipação  -

Nesta quarta, a programação inicia com um passeio ciclístico. Haverá também, sessão solene na Câmara, a inauguração do grupamento da polícia e almoço para a comunidade. A tarde, ocorre um jogo amistoso de futebol de campo, além de apresentações culturais e diversão para as crianças.


Na sexta-feira acontecerá no Centro de Eventos um dia de diversão para as crianças e uma tarde especial para a melhor idade, com atividades e ações sociais.


No sábado, acontecerá pela primeira vez no município, na rua José Bonifácio Pires, próximo a Prefeitura Municipal, no centro da cidade, Stammtisch, um encontro de amigos que se tornou popular no Estado de Santa Catarina. O cardápio de cada grupo varia de acordo com a cultura, os costumes ou a predileção de seus integrantes, sendo comum entre os grupos o chope. Será um dia inteiro de muito chope, comida e diversão conforme a tradição germânica do evento.

Para encerrar os festejos, no sábado à noite ocorre um tribaile com as bandas Grupo Karisma, Banda Explosão e Banda Furacão da Vaneira.

São João do Itaperiú é um município jovem, emancipado em 1992. Conta com uma população de 3.662 habitantes e está localizado no norte do estado de Santa Catarina, região sul do Brasil, próximo ao litoral e de grandes centros regionais. As principais atividades econômicas estão concentradas na agricultura, com destaque para a produção de banana. Outra atividade relevante no município é o abate de bovinos e ovinos, fato que deu a São João do Itaperiú o título de Capital Catarinense da Carne Bovina e Ovina. Saiba mais sobre o município acessando o menu ao lado.

História

Inicialmente habitado por índios Guarani que aqui se instalaram devido a proximidade com o litoral, recebeu destes a primeira denominação: Itaperiú, que significa "pedra em parte baixa de um terreno alagado pelas águas de um rio em forma de U".

Os primeiros colonizadores, açorianos e italianos, chegaram por volta de 1810, mais tarde somando-se a estes os colonos poloneses e alemães. Posteriormente, a comunidade teve seu nome alterado em homenagem a um italiano, chamado João Batista, que morava às margens do Rio Itaperiú e foi um dos primeiros colonizadores. De costumes modestos e sentimento religioso sempre presente, em 1916 foi construída a primeira capela com nome e imagem de São João Batista, elevado Padroeiro da localidade. Desde então sua denominação permanece a mesma, mesclando a cultura indígena com a tradição religiosa.


Boa parte do passado histórico da antiga localidade, hoje município de São João do Itaperiú, não está registrada em documentos legais, mas sim na memória dos moradores mais antigos e foram repassadas para as gerações posteriores.

Por volta de 1965, o Governo liberou verbas para empréstimos aos agricultores, quando houve grande produtividade e a queda dos preços não possibilitou aos agricultores o pagamento de suas dívidas. Por este motivo, grande parte das famílias, que viviam de agricultura familiar, tiveram que vender suas terras e migrar para centros maiores, caracterizando um momento de grande êxodo rural em São João do Itaperiú.

Inicialmente o município era ligado a Araquari, depois fazendo parte de Barra Velha, e somente a partir de 1965 passou à condição de distrito. Depois de muitos anos de luta, e por receber pouca assistência do município sede, um grupo de pessoas se uniu em torno da conquista de sua independência. A emancipação de São João do Itaperiú ocorreu em 29 de Março de 1992, através da Lei nº 8.549, sancionada pelo então governador Vilson Pedro Kleinubing.

No dia 03 de outubro do mesmo ano, através de eleição direta, elegeram-se para compor o Poder Executivo o primeiro prefeito, José Acácio Delmonego, e o primeiro vice-prefeito, Alzerino Bernardes, e para a primeira legislatura do Poder Legislativo os vereadores Acácio Aguiar, Afonso José Delmonego, Antonio João Rodrigues, Antonio Vicente Souza, Evaldo Pauli, João José Florindo, José Márcio Ramos (primeiro presidente da Mesa Diretora), Nilo Arapehi Fernandes Neto e Romão Pereira Borges, sendo o município definitivamente instalado administrativamente no dia 1° de Janeiro de 1993.

Em 20 de janeiro de 2014, foi sancionada pelo governador Raimundo Colombo a Lei Estadual nº 16.328, que reconhece o município de São João do Itaperiú como a Capital Catarinense da Carne Bovina e Ovina, em virtude da forte presença da indústria frigorífica no município.

São João do Itaperiú possui extensão territorial de 152 Km² e população estimada de 3.634 habitantes (IBGE/2015).

Matérias Relacionadas

Geral

Gustavo Bardim se apresenta na semifinal do The Voice Kids neste domingo

Veja como votar
Gustavo Bardim se apresenta na semifinal do The Voice Kids neste domingo
Geral

Morre o empresário Renato Trapp, presidente da Trapp Metalúrgica de Jaraguá

A Associação Empresarial de Jaraguá do Sul emitiu nota de pesar
Morre o empresário Renato Trapp, presidente da Trapp Metalúrgica de Jaraguá
Geral

Evento online quer potencializar recursos de incentivos fiscais a projetos sociais em SC

O tema será abordado pelo assessor de Responsabilidade Social da FIESC, Sandro Volpato Faria, e pela líder do programa Fundo Social, Andressa Mongruel Martins Vicenzi
Economia

Governo libera Fintechs a realizarem antecipação de até 5 ciclos do saque-aniversário do FGTS

A Jooy Digital, localizada em Jaraguá do Sul, é uma fintech de soluções digitais e desde junho, já realizou a antecipação de aproximadamente 4.700 clientes
Governo libera Fintechs a realizarem antecipação de até 5 ciclos do saque-aniversário do FGTS
Ver mais de Geral