Geral

Saída de Cláudio Monteiro da diretoria da Deic gera guerra de versões

10 Abr 2012 - 13h30

A exoneração do delegado Cláudio Monteiro da Deic causou uma guerra de versões sobre os motivos que teriam originado a decisão da cúpula da segurança. Os policiais associam o ato como uma represália a investigações que vêm sendo feitas pela diretoria e acusam a cúpula de tentativa de ingerência e conotação política.

O primeiro a se manifestar publicamente neste sentido foi o delegado da Divisão Antissequestro, Renato Hendges, que também é presidente da Associação dos Delegados de Polícia em SC (Adepol): 

- A indignação de todos nós aqui na Deic é com a forma que aconteceu. Ele (Monteiro) foi execrado. Ninguém foi comunicado, soubemos pela imprensa - reclamou.

O delegado Renato associa a exoneração a "situações", entre elas a investigação da Deic sobre o desvio de peças do complexo administrativo da SSP em São José, que começou no final do ano passado e ainda está em andamento. Também há, por exemplo, investigação sobre suspeita de desvio milionário na Celesc, entre outros inquérito contra a administração pública.

O delegado lembrou que o secretário Grubba e o secretário adjunto da SSP, coronel Fernando de Menezes, tinham sido intimados pela Deic no final do mês passado a depor no inquérito das peças encontradas em um ferro-velho de Joinville. 

- Não quero associar em nada, mas que existe uma situação... o que não podemos compactuar é com ingerência - afirmou o delegado Renato, acreditando que a exoneração de Monteiro tenha sido para esvaziar a Deic.

O secretário César Grubba negou qualquer motivação política sobre a exoneração de Monteiro. Ele disse que analisou o ato em questão (desvio das diárias) e que, se não fizesse a exoneração, estaria prevaricando na função por ter constatado a irregularidade. Sobre a investigação das peças, afirmou que vai prestar depoimento e que, após a conclusão deste inquérito, tomará as devidas providências, "doa a quem doer".

DIÁRIO CATARINENSE

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira
Política

Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim

Deputado repercutiu assuntos tratados com secretário de Agricultura no norte catarinense e necessidade de reforço nas barreiras fitossanitárias
Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim
Geral

Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo

Os usuários que estacionarem na Zona Azul da cidade e não efetuarem o pagamento, continuarão a receber o Aviso de Cobrança de Tarifa, mas somente poderão efetuar a quitação no prazo de até 10 minutos a partir do horário de emissão do aviso
Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo
Saúde

Havan ajuda na compra de dois respiradores

Um deles foi doado para o Samu de Joinville e o outro para Barra Velha. Ambos vão atender os pacientes do município quando precisam ser transportados com urgência para hospitais da região
Ver mais de Geral