Geral

Roraima, Amazonas e Rio Grande do Norte pedem Forças Armadas em prisões

19 Jan 2017 - 11h21
Roraima, Amazonas e Rio Grande do Norte pedem Forças Armadas em prisões -

Autorizada na terça-feira  (17) pelo presidente Michel Temer pelo prazo de um ano, a medida emergencial tem como objetivo aplacar parte da crise penitenciária que se agravou nas últimas semanas, após rebeliões que terminaram em confrontos e massacres e a morte de mais de 100 detentos.

Pelo menos 1 mil militares vão trabalhar, sob demanda dos governos locais, na varredura das celas em busca de armas, drogas e celulares.

Nesta quarta-feira, após se reunirem com Temer, os governadores de nove estados das regiões Norte e Centro-Oeste assinaram um pacto federativo dando aval para a atuação do Exército, da Marinha e da Aeronáutica nos presídios, mas nenhum deles havia formalizado o pedido.


Segundo a assessoria de imprensa da Presidência, os ofícios com as solicitações foram encaminhados na tarde desta quarta-feira ao presidente. De acordo com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, as forças estarão prontas para entrar em ação no prazo de oito a dez dias e o efetivo poderá ser ampliado conforme a demanda dos estados.

Matérias Relacionadas

Geral

Rompimento de rede de fibra pode afetar abastecimento na Vila Lalau e Czerniewicz

O tráfego de veículos sobre a Ponte Abdom Batista está totalmente bloqueado.
Rompimento de rede de fibra pode afetar abastecimento na Vila Lalau e Czerniewicz
Geral

Celesc prevê normalizar energia na região de Jaraguá do Sul até domingo

Ao vivo durante o Diário da Jaraguá o gerente regional da Celesc, Danilson Wolff, falou sobre os trabalhos que estão sendo realizados para normalizar o serviço na região.
Celesc prevê normalizar energia na região de Jaraguá do Sul até domingo
Geral

Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone

O governador de Santa Catarina Carlos Moisés confirmou que vai decretar estado de calamidade pública no estado por conta dos estragos.
Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone
IPVA

IPVA 2020: parcelamento em três vezes sem juros termina no dia 10 de julho

Em Santa Catarina, o tributo varia entre 1% e 2% do valor venal do veículo
IPVA 2020: parcelamento em três vezes sem juros termina no dia 10 de julho
Ver mais de Geral