Geral

Ritmo do Brasil preocupa terra do vinho

20 Abr 2012 - 13h09

Mendoza, na Argentina, conhecida como a terra do vinho, está preocupada com os rumos da economia brasileira. Não apenas por causa do vinho, mas principalmente pelas exportações de produtos agroalimentares.


Pelo menos 30% das exportações da região têm como destino o Brasil. "Uma desaceleração da economia brasileira preocupa, pois o país é o principal cliente de Mendoza", diz Adolfo Trípodi, presidente da FEM (Federação Econômica de Mendoza).

Acostumados com a boa evolução do PIB brasileiro nos últimos anos, o que tem garantido bom desempenho das vendas da província para o Brasil, os mendocinos não querem ouvir falar em redução de ritmo na economia brasileira.

Com um comércio global de US$ 1,7 bilhão, a relação de produtos exportados para o Brasil é extensa e inclui desde alho, cebola, maçã e azeitona a azeite de oliva e vinho. Este último, cujas exportações totais para o Brasil somaram US$ 64 milhões no ano passado, representam apenas 7% das vendas totais de vinho de Mendoza para o mercado externo.


Uma piora da economia brasileira seria mais grave para produtores de azeite de oliva, de hortaliças e de frutas frescas, cuja participação brasileira atinge de 48% a 86% no total exportado pela província.

FOLHA.COM.BR

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Idoso morre eletrocutado no Norte de SC

A suspeita é de que o idoso tenha colocado a mão na cerca elétrica.
Idoso morre eletrocutado no Norte de SC
Geral

Incêndio em residência mobiliza bombeiros no bairro Jaraguá Esquerdo

Fato ocorreu às 19h20 desta sexta-feira (7)
Incêndio em residência mobiliza bombeiros no bairro Jaraguá Esquerdo
Geral

Tamanduá-mirim é resgatado após invadir residência em Schroeder

A ocorrência foi registrada pelos bombeiros voluntários às 5h13 desta sexta-feira (7)
Tamanduá-mirim é resgatado após invadir residência em Schroeder
Geral

Público, privado, polícia e MP debatem pessoas em situação de rua

A reunião teve como objetivo a integração cada vez maior entre os órgãos que lidam com pessoas em situação de rua, para que as ações sejam mais efetivas e tenham consequências mais duradouras, como o encaminhamento aos serviços adequados
Público, privado, polícia e MP debatem pessoas em situação de rua
Ver mais de Geral