Interesse Habitação
Geral

Reunião discute atuação da Força Nacional em Santa Catarina

15 Fev 2013 - 23h53

A atuação da Força Nacional para conter a onda de violência que atinge 30 cidades em Santa Catarina desde o dia 30 de janeiro foi discutida hoje (15) durante reunião, em Florianópolis, da secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Minck, com o secretário de Segurança Pública do Estado, César Grubba, e o comandante-geral da Polícia Militar (PM), coronel Nazareno Marcinero.


Após a reunião, governo do estado informou, por meio da assessoria de imprensa, que o Ministério da Justiça disponibilizou 350 soldados, mas não definiu quantos serão requisitados pelas autoridades locais. A assessoria confirmou apenas que uma aeronave e dois ônibus da Força Nacional já estão na cidade.

Ainda de acordo com o governo catarinense, a Força Nacional atuará em conjunto com a Policia Militar sob o comando do coronel Nazareno e do secretário César Grubba. Os militares poderão agir nas ruas, nos presídios ou nas operações de transferência de presos.

A ajuda da Força Nacional foi oferecida na última quarta-feira (13), em reunião do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, com o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo. O ministro colocou à disposição do estado a Força Nacional, além das polícias Federal e Rodoviária Federal. Durante a reunião, Cardozo e Colombo também discutiram a transferência de presos de facções criminosas que atuam dentro do sistema prisional catarinense para presídios federais.


Com mais dois ataques na madrugada de hoje, segundo a PM, subiu para 100 o número de ocorrências associadas à onda de violência em Santa Catarina.

AGÊNCIA BRASIL

Matérias Relacionadas

Brasil

Aprovada, reforma das telecomunicações depende agora de regulamentação

A efetivação da proposta, no entanto, dependem de complexas regulamentações. A lei segue agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro
Aprovada, reforma das telecomunicações depende agora de regulamentação
Geral

Endividamento e inadimplência do consumidor têm alta em agosto

O estudo foi divulgado na última sexta-feira (13) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC)
Endividamento e inadimplência do consumidor têm alta em agosto
Geral

Mais de 5 bilhões de pessoas usam aparelho celular, revela pesquisa

O número equivale a cerca de 67% da população mundial
Mais de 5 bilhões de pessoas usam aparelho celular, revela pesquisa
Variedades

Cego cria bengala inteligente para proteger quem não enxerga

A bengala pode ser emparelhada com o sistema Bluetooth de um smartphone para facilitar o controle
Cego cria bengala inteligente para proteger quem não enxerga
Ver mais de Geral