Imobiliária Coralli
Geral

Reforma no colegiado de Raimundo Colombo começa a ser desenhada

07 Fev 2012 - 21h45

O troca-troca no colegiado do governo estadual começa a ganhar um desenho definido. Uma mudança já foi concretizada - do secretário Derly Anunciação na Casa Civil - e alterações em outras seis pastas devem se confirmar nas próximas semanas.

Na Casa Civil, o governador Raimundo Colombo (PSD) vai passar ao novo secretário uma missão de acompanhar as obras do governo do Estado. De acordo com o vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB), Derly foi chamado por causa de seu perfil:

- Ele é pragmático e objetivo. Derly terá um papel muito importante, teremos um governo mais ágil.

Nessa condição, o foco da pasta seria mais administrativo que político, diferentemente do que ocorre hoje. O trabalho de articulação do governo seria realizado pelo secretário Gelson Sorgato (Articulação Estadual). Mas para o líder do governo na Assembleia, deputado Elizeu Mattos (PMDB), que é o responsável no Legislativo pelos contatos com o Executivo, é importante que a Casa Civil mantenha a ponte com os parlamentares. 

- Mesmo que seja mínima, precisamos de participação da Casa Civil. A Articulação Estadual é uma secretaria com pouca estrutura para responder as informações rápidas que a gente precisa. Mas não vejo dificuldade. O Derly é bem articulado e preparado.

Além da mudança de função de Derly, nomes indicados pelo PMDB nas secretaria de Saúde e Articulação Nacional também serão trocados. Acélio Casagrande (Articulação Nacional) foi convidado por Colombo para ser secretário adjunto na Saúde e seu lugar deve ser ocupado pela ex-deputado João Matos. Acélio disse que ainda precisa conversar mais uma vez com o governador para acertar os detalhes. Matos disse que ainda não recebeu o convite oficial, mas conversou com o vice-governador e seu nome está à disposição.

Na cota de indicações do PSDB, é certo que dois secretários deixarão a equipe do governo. O que ainda está indefinido são as substituições e a forma como o partido será compensado pela saída dos dois nomes. Marco Tebaldi (Educação) e Serafim Venzon (Assistência Social, Trabalho e Habitação) devem desembarcar do governo nas próximas semanas. Uma das aspirações dos tucanos com o troca-troca é ficar com a pasta de Turismo, Cultura e Esporte, que está sendo desocupada por Cesar Souza Junior, que vai disputar a eleição municipal de Florianópolis. O nome do PSDB para a secretaria também não está confirmado. Na noite de segunda-feira, as principais lideranças tucanas do Estado se reuniram para discutir os rumos do partido. A relação com o governo do Estado também entrou na pauta.

DIÁRIO CATARINENSE

Matérias Relacionadas

Economia

Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses

Os dados foram apresentados na última quinta-feira (17) no Mapa das Empresas
Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses
Saúde

Cientistas regeneram cartilagem que facilita movimentos

Eles usaram sinais químicos para orientar o crescimento das células-tronco esqueléticas à medida em que as lesões na cartilagem cicatrizam
Cientistas regeneram cartilagem que facilita movimentos
Geral

Setor de turismo lança Guia do Viajante Responsável

Manual traz medidas de prevenção ao novo coronavírus
Setor de turismo lança Guia do Viajante Responsável
Economia

Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo

Indicador está 3,1 pontos abaixo do registrado antes da pandemia
Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
Ver mais de Geral