Enem

Reaplicação do Enem 2016 vai custar R$ 10,5 milhões

21 Nov 2016 - 10h52

Os cálculos, feitos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep, incluem gastos com impressão, aplicação, correção e distribuição das provas e materiais administrativos da segunda aplicação. A nova prova vai ser aplicada nos dias 3 e 4 de dezembro.


O Ministério da Educação decidiu adiar a prova para mais de 270 mil alunos, por causa das ocupações de escolas de educação básica e instituições de ensino superior em vários estados brasileiros. Isso significa que a realização do exame ficou inviabilizada para cerca de três por cento dos participantes inscritos. De acordo com o Inep, as mobilizações dos estudantes poderiam comprometer a segurança necessária aos participantes e à prova em si. Na próxima terça-feira, dia 22, o Inep vai divulgar os novos locais de prova e o número final de inscritos habilitados a fazer o Enem em dezembro.

Matérias Relacionadas

Saúde

Hemosc precisa de doações de sangue

Em Jaraguá do Sul, a unidade de coleta, que atende mediante agendamento prévio, está com horários vagos.
Hemosc precisa de doações de sangue
Esportes

CBF anuncia novo calendário do futebol brasileiro

Início das Copas Libertadores e Sul-Americana segue indefinido
CBF anuncia novo calendário do futebol brasileiro
Jaraguá do Sul

Decreto traz novas regras no combate ao coronavírus em Jaraguá

Bares e restaurantes terão horário limitado de funcionamento até as 22h a partir de amanhã. Supermercados devem limitar capacidade em 50%, entre outras medidas. Fiscalização será intensificada
Decreto traz novas regras no combate ao coronavírus em Jaraguá
Política

CPI toma depoimento de empresário do ramo de importação e de auditor

CPI toma depoimento de empresário do ramo de importação e de auditor
Ver mais de Geral