Imobiliária Coralli
Geral

Programa do Badesc financia R$ 126 milhões em investimentos para 75 municípios catarinenses

20 Ago 2012 - 15h12

Nos primeiros sete meses de 2012, a Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) fechou R$ 126 milhões em contratos com 75 municípios catarinenses por meio do programa Badesc Cidades. A linha de crédito consiste em empréstimos com pagamentos facilitados em até 4 anos para investimentos em melhorias na qualidade de vida nas cidades do Estado. "São obras de infraestrura que o Badesc ajuda a serem realizadas, financiando até 100% do valor", explica o presidente da Agência, Nelson Santiago.


Em todo o estado, o Badesc está financiando a execução, pelas prefeituras, de obras como pavimentação de ruas, construções de pontes, viadutos, escolas e galpões para instalação de indústrias. A linha Badesc Cidades financia, também, a compra de veículos, como ônibus escolares e caminhões e máquinas como tratores.

Algumas obras que receberam recursos do Badesc Cidades já foram concluídas. Entre elas, o elevado Rita Maria, em Florianópolis, com participação de R$ 9,7 milhões do banco e o viaduto da Via Expressa sobre a BR-470, em Blumenau, no valor de R$ 5 milhões. Outras estão em andamento, como o binário de acesso a Timbó, orçado em R$ 5 milhões e a nova avenida Ernesto José Marco, em Chapecó, com custo estimado em R$ 13 milhões. Em Blumenau, o Badesc está destinando R$ 10 milhões para as obras de contenção da margem esquerda do rio Itajaí-Açu, no centro da cidade, que estava deslizando e comprometendo casas e a cabeceira de uma ponte.

O maior contrato para uma única obra, também em execução, foi para a construção de uma passarela sobre o Rio Camboriú, ligando a Barra Sul ao bairro da Barra, na cidade de Balneário Camboriú. Assim que concluída, a obra terá recebido R$ 23 milhões em investimentos e será um novo ponto turístico, com mirantes e restaurantes a 25 metros de altura. De acordo com o presidente do Badesc, os contratos têm vigência de 4 anos. No primeiro ano, são pagos apenas os juros, enquanto que nos outros três o valor do financiamento é devolvido, de forma parcelada. Após a assinatura do contrato, cabe às prefeituras apresentarem os projetos para, depois da aprovação pelo Badesc, ser lançado o edital de licitação para a realização das obras.


Além do financiamento, o Programa Badesc Cidades dá apoio técnico no aprimoramento dos projetos e fiscaliza constantemente as obras. "A liberação das verbas é realizada gradativamente, de acordo com as vistorias que atestam o andamento das obras", informa Nelson Santiago. Novos contratos entre o Badesc e os municípios podem ser assinados somente até o final deste mês. Como explica Santiago, a Lei de Responsabilidade Fiscal proíbe os prefeitos de contratarem financiamentos nos últimos 4 meses de seus mandatos. A expectativa do banco é de, até o final do mês, contratar mais R$ 40 milhões com diversas prefeituras. Sobre a liberação de recursos referentes a contratos já assinados, o presidente garante que não haverá interrupção, pois a legislação garante estes repasses, mesmo em período eleitoral e com a proximidade do final de mandatos dos prefeitos.


Secretaria de Estado de Comunicação

Matérias Relacionadas

Economia

Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo

Indicador está 3,1 pontos abaixo do registrado antes da pandemia
Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
Geral

Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor

Governo ainda precisa criar Autoridade Nacional de Proteção de Dados
Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
Saúde

Pesquisadores criam tecido para restaurar nervos e ossos lesionados

A descoberta poderá ajudar pessoas que têm dificuldade para realizar atividades do dia a dia e ajudar o corpo delas a se curar sozinho das lesões
Pesquisadores criam tecido para restaurar nervos e ossos lesionados
Geral

Sargento despede-se do 14º Batalhão

Sargento despede-se do 14º Batalhão
Ver mais de Geral