Campeonato Catarinense 2020
golpe de estado

Presidente turco pede que população resista ao golpe

15 Jul 2016 - 22h17
Em sua primeira declaração após a tentativa de golpe militar na Turquia na noite desta sexta-feira (15/07), o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, pediu que a população saia às ruas para tentar impedir que os militares tomem o poder no país.

Erdogan, que está fora da Turquia em local não divulgado, apareceu via webcam no canal CNN Turk. O presidente turco culpou o "movimento gulenista", em referência a Fethullah Gülen, um clérigo muçulmano autoexilado nos EUA há dez anos e considerado o principal rival político de Erdogan, pela tentativa de golpe. Em maio, o governo de Erdogan classificou oficialmente o Hizmet, movimento liderado por Gülen, como um grupo terrorista.

Ele afirmou que a ação dos militares terá a “resposta necessária” de seu governo. Ele também declarou que continua no poder do país.

Membros das Forças Armadas turcas fecharam as pontes de Bósforo e Fatih Sultan Mehmet, em Istambul, e há relatos de jatos e helicópteros voando baixo sobre a cidade e em Ancara, além de tiros na capital turca.

Segundo Yildirim, os militares tomaram uma “ação ilegal” e não autorizada e o governo continua no comando do país. “Não vamos permitir essa tentativa”, disse ele à emissora turca NTV. “Aqueles envolvidos neste ato ilegal vão pagar o mais alto preço”, afirmou.

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Oficial decano da PMSC completa 100 anos e recebe homenagem do 8º BPM

Acompanhado de sua esposa e demais familiares, o policial recebeu o comboio de viaturas policiais que adentraram ao seu condomínio, em Joinville
Oficial decano da PMSC completa 100 anos e recebe homenagem do 8º BPM
Geral

Estudo da OCDE mostra futuro das profissões no mundo

Entre as mais procuradas estão medicina, direito e engenharia
Estudo da OCDE mostra futuro das profissões no mundo
Geral

Homem fica ferido após cair de telhado de residência no bairro Vieira

Ele sofreu ferimentos nas mãos, perna e suspeita de fratura na clavícula.
Economia

Seguro-desemprego em atraso deve ser liberado até o dia 22

Saque imediato do FGTS criou problema em sistema de ministério
Seguro-desemprego em atraso deve ser liberado até o dia 22
Ver mais de Geral