dengue
Geral

Presidente de Cuba propõe limite de dez anos para mandatos no país

18 Abr 2011 - 11h49

O presidente de Cuba, Raúl Castro, defendeu, no fim de semana, que a partir deste ano o período de permanência em cargos públicos no país seja de, no máximo, dois mandatos de cinco anos. O atual presidente é irmão do ex-presidente e líder da Revolução Cubana, Fidel Castro, que se manteve no poder por 32 anos.

Em discurso durante Congresso do Partido Comunista Cubano, Raúl Castro disse que a liderança do partido precisa de uma "renovação sistemática" e deve se submeter a uma intensa autocrítica. Aos 79 anos, o presidente assumiu o poder em 2008, sucedendo o irmão Fidel. Juntos, eles já permaneceram 52 anos no poder. As informações são da BBC Brasil.

A proposta de limitar o tempo de mandato políticos na ilha é inédita no regime comunista cubano. A ideia completa uma série de mudanças na área econômica, que ocorrem desde o ano passado em Cuba. O objetivo é reduzir os gastos do Estado e incentivar, de forma limitada, a iniciativa privadaO presidente de Cuba, Raúl Castro, defendeu, no fim de semana, que a partir deste ano o período de permanência em cargos públicos no país seja de, no máximo, dois mandatos de cinco anos. O atual presidente é irmão do ex-presidente e líder da Revolução Cubana, Fidel Castro, que se manteve no poder por 32 anos.

Em discurso durante Congresso do Partido Comunista Cubano, Raúl Castro disse que a liderança do partido precisa de uma "renovação sistemática" e deve se submeter a uma intensa autocrítica. Aos 79 anos, o presidente assumiu o poder em 2008, sucedendo o irmão Fidel. Juntos, eles já permaneceram 52 anos no poder. As informações são da BBC Brasil.

A proposta de limitar o tempo de mandato políticos na ilha é inédita no regime comunista cubano. A ideia completa uma série de mudanças na área econômica, que ocorrem desde o ano passado em Cuba. O objetivo é reduzir os gastos do Estado e incentivar, de forma limitada, a iniciativa privada.


Para Raúl Castro, o processo de atualização do modelo econômico cubano deve levar pelo menos cinco anos. Segundo ele, os sistemas de educação e saúde vão ser mantidos gratuitos, mas outros serviços na área social vão sofrer cortes "racionalizados". O presidente não detalhou esses cortes.

De acordo com o governo, 200 mil pessoas já se registraram para trabalhar como autônomas desde que as mudanças foram anunciadas, em outubro do ano passado. O número foi o dobro do que ocorre atualmente. Raúl Castro disse ainda que o caráter socialista do regime cubano era "irreversível".

O congresso foi precedido de uma das maiores paradas militares vistas no país nos últimos anos. O desfile marcou o 50º aniversário da tentativa frustrada de invadir Cuba, com o apoio da CIA (o serviço secreto norte-americano), pela Baía dos Porcos.

Centenas de milhares de cubanos saíram às ruas em Havana para celebrar a data. A celebração é considerada pelas autoridades cubanas como um triunfo sobre os Estados Unidos. Desde fevereiro de 1962, o regime cubano está submetido a um embargo econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos.

Fonte: Clic RBS

Matérias Relacionadas

Geral

As rugas te incomodam?

Artigo da médica Josiane Olivia Lunelli
As rugas te incomodam?
Geral

Mutirão de limpeza retira 500 quilos de lixo do rio Itapocu, em Jaraguá do Sul

A ação de limpeza do rio foi realizada da sede do Clube de Canoagem Kentucky até o Parque Linear Via Verde
Mutirão de limpeza retira 500 quilos de lixo do rio Itapocu, em Jaraguá do Sul
Geral

Classificados da Rádio Jaraguá

Quer vender, comprar ou alugar? Confira as oportunidades disponíveis nessa terça-feira (18).
Classificados da Rádio Jaraguá
Geral

Confira as previsões do horóscopo para hoje

Saiba o que os astros reservam para você no amor, vida profissional e viagens
Confira as previsões do horóscopo para hoje
Ver mais de Geral