GERAL

Prefeitura de SP homologa tombamento de 9 obras de Vilanova Artigas

25 Mar 2019 - 17h11Por Priscila Mengue

A Prefeitura de São Paulo homologou no sábado, 23, o tombamento de nove projetos modernistas do arquiteto João Vilanova Artigas. Dentre os imóveis, construídos a partir da década de 40, estão casas, uma escola e o estádio Cícero Pompeu de Toledo, do São Paulo Futebol Clube.

O tombamento foi decidido em reunião do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp) em março de 2018, período em que mais de 70 obras modernistas também foram tombadas, com projetos ligados a nomes como Paulo Mendes da Rocha e Oswaldo Arthur Bratke.

A decisão considerou a contribuição de Vilanova Artigas, falecido em 1985, "tanto no âmbito e sua produção individual como arquiteto como no seu papel de professor e ainda de militante no IAB - Instituto de Arquitetos do Brasil, na UIA - União Internacional dos Arquitetos e na atuação política de modo amplo".

A resolução de tombamento ressalta a necessidade de "salvarguar" os imóveis para "as sociedades futuras". Além disso, destaca o "evidente reconhecimento no âmbito da cultura arquitetônica local, nacional e internacional" das obras.

A decisão recai sobre o estádio do Morumbi, na zona sul, que deverá preservar a volumetria e outras características do projeto original, o que inclui o prédio dos vestiários do São Paulo Futebol Clube. Além dele, foi tombado o Colégio 12 de Outubro, no Alto da Boa Vista, na zona sul.

As residências tombadas são: casa Vilanova Artigas I e II, no campo Belo, zona sul; Casa Rio Branco Paranhos, no Pacaembu, zona oeste; Casa Rubens de Mendonça, em Sumaré, também zona oeste; casa Mendes André, na Vila Mariana, zona sul; Casa Elza Berquó, na Chácara Monte Alegre, zona sul; Casa Telmo Porto, na Água Branca, zona oeste; e conjunto de quatro casas geminadas da Rua Sampaio Vidal, nos Jardins.

Dentre outros projetos conhecidos do arquiteto, estão o prédio da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP) e o edifício Louveira, em Higienópolis, centro expandido, que também são tombados.

Com a decisão, intervenções nas edificações tombadas precisão ser analisadas pelo Departamento do Patrimônio Histórico (DPH) e autorizadas pelo Conpresp.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Casal de turistas fica esquecido na roda gigante em Balneário Camboriú

Fato ocorreu na noite de terça-feira (11)
Casal de turistas fica esquecido na roda gigante em  Balneário Camboriú
Geral

Finalizada mais uma etapa da Izídio Carlos Peixer 

Agora, obra segue com execução das calçadas, troca de iluminação e instalação dos postes  
Finalizada mais uma etapa da Izídio Carlos Peixer 
Geral

Projeto inclui a penalidade de advertência na coleta seletiva em Jaraguá

No regramento atual era aplicada somente a penalidade de multa, que poderia ser de 10 a 30 UPMs. Com a mudança, agora uma advertência será aplicada aos catadores que forem flagrados cometendo a infração
Projeto inclui a penalidade de advertência na coleta seletiva em Jaraguá
Geral

Rio Cerro I e II irão receber o segundo Jaraguá em Ação nos Bairros

A exemplo do que aconteceu no primeiro mutirão, em março, na Barra do Rio Cerro
Rio Cerro I e II irão receber o segundo Jaraguá em Ação nos Bairros
Ver mais de Geral