Mês do Trânsito - Rádio
Geral

Polícia Federal confirma suspensão da audiêndia de Cachoeira em Goiás

31 Mai 2012 - 11h56

A  Polícia Federal confirmou a suspensão da audiência do bicheiro Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e outros seis réus suspeitos de operar uma rede de jogos ilegais em Goiás, que estava marcada para estas quinta (31) e sexta (1º) em Goiânia. Os policiais receberam ordens para desmontar o esquema de segurança e o trafégo na Rua 19, no Centro da capital, até então bloqueado, está liberado.


No final da noite de quarta-feira (30), a  defesa do suposto contraventor obteve uma liminar (decisão provisória) do Tribunal Regional Federal da 1ª Região que suspende a audiência.

Estavam previstos para esta quinta os depoimentos de 14 testemunhas no caso em que o bicheiro é acusado de chefiar a chamada máfia dos caça-níqueis. Havia previsão de Cachoeira acompanhar os depoimentos das testemunhas. Preso na penitenciária da Papuda, em Brasília, ele seria transportado para Goiânia pela Polícia Federal. Para sexta, a programação da audiência previa depoimentos do próprio Cachoeira e de outros seis réus.

A advogada Dora Cavalcanti informou que a decisão atendeu a pedido de habeas corpus impetrado pelos advogados nesta quarta-feira. Segundo ela, a Justiça aceitou o argumento de que a defesa estava sendo cerceada devido à não realização de diligências e à impossibilidade de que Cachoeira conversasse reservadamente com seus advogados.

"Nós pontuamos estas questões e as levamos ao relator no TRF, dizendo que estávamos diante de um flagrante cerceamento de defesa", afirmou Dora Cavalcati. "[A decisão] reestabeleceu o devido processo legal. Espero que, a partir de agora, corra dentro dos trâmites regulares", declarou.

De acordo com a advogada, a decisão prevê que as audiências para que sejam ouvidas as testemunhas e interrogados os acusados fiquem suspensas até que sejam permitidas entrevistas reservadas dos advogados com Cachoeira e sejam realizadas as diligências pedidas pela defesa. Segundo Dora Cavalcanti, foram solicitadas informações técnicas sobre a obtenção das interceptações telefônicas utilizadas na denúncia.

GLOBO.COM.BR

Matérias Relacionadas

Economia

Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo

Indicador está 3,1 pontos abaixo do registrado antes da pandemia
Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
Geral

Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor

Governo ainda precisa criar Autoridade Nacional de Proteção de Dados
Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
Saúde

Pesquisadores criam tecido para restaurar nervos e ossos lesionados

A descoberta poderá ajudar pessoas que têm dificuldade para realizar atividades do dia a dia e ajudar o corpo delas a se curar sozinho das lesões
Pesquisadores criam tecido para restaurar nervos e ossos lesionados
Geral

Sargento despede-se do 14º Batalhão

Sargento despede-se do 14º Batalhão
Ver mais de Geral