Campeonato Catarinense 2020
Condenado

Pedreiro é condenado a 16 anos e meio de prisão por homicídio

15 Fev 2013 - 19h41

O pedreiro Juarez Karachowski, 26 anos, foi condenado a 16 anos e seis meses de prisão pelo assassinato da ex-companheira Lucineri Gonçalves da Silva, 22 anos. O júri de Karachowski aconteceu nesta sexta-feira (15), no Fórum da Comarca de Jaraguá do Sul. A condenação por homicídio foi com base no Artigo 121 do Código Penal, parágrafo 2º, incisos 1 e 3, ou seja, o homicídio foi por ela negar-se à reconciliação. Os jurados entenderam que ele usou meio cruel para matar a ex-companheira.


O homicídio aconteceu em 12 de abril do ano passado, na casa onde Lucineri morava, no bairro Estrada Nova. Ela foi morta com dez facadas nas costas e na frente da filha do casal, de apenas quatro anos. A arma usada por Juarez foi uma faca de cozinha com lâmina de 20 centímetros, que entortou com a força feita por ele.

(ROGÉRIO TALLINI)

Matérias Relacionadas

Educação

MEC comprará mais de 7 mil bicicletas para uso de estudantes

Aquisição faz parte do programa Caminhos da Escola
MEC comprará mais de 7 mil bicicletas para uso de estudantes
Variedades

Plantas no trabalho reduzem estresse e melhoram ambiente, diz pesquisa

Elas ajudam a recuperar rapidamente contratempos e desgostos, reduzem estresse e batimentos cardíacos
Plantas no trabalho reduzem estresse e melhoram ambiente, diz pesquisa
Geral

Empresário cearense cria tinder gratuito para desempregados quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

A ideia do Goowit, segundo Deibson Silva, é juntar empresas e pessoas desempregadas
Empresário cearense cria tinder gratuito para desempregados quarta-feira, 22 de janeiro de 2020
Educação

Cerca de 70% das inscrições do Sisu são feitas por dispositivos móveis

Até o início da tarde foram mais de 2 milhões de inscrições
Cerca de 70% das inscrições do Sisu são feitas por dispositivos móveis
Ver mais de Geral