Imobiliária Coralli
Condenado

Pedreiro é condenado a 16 anos e meio de prisão por homicídio

15 Fev 2013 - 19h41

O pedreiro Juarez Karachowski, 26 anos, foi condenado a 16 anos e seis meses de prisão pelo assassinato da ex-companheira Lucineri Gonçalves da Silva, 22 anos. O júri de Karachowski aconteceu nesta sexta-feira (15), no Fórum da Comarca de Jaraguá do Sul. A condenação por homicídio foi com base no Artigo 121 do Código Penal, parágrafo 2º, incisos 1 e 3, ou seja, o homicídio foi por ela negar-se à reconciliação. Os jurados entenderam que ele usou meio cruel para matar a ex-companheira.


O homicídio aconteceu em 12 de abril do ano passado, na casa onde Lucineri morava, no bairro Estrada Nova. Ela foi morta com dez facadas nas costas e na frente da filha do casal, de apenas quatro anos. A arma usada por Juarez foi uma faca de cozinha com lâmina de 20 centímetros, que entortou com a força feita por ele.

(ROGÉRIO TALLINI)

Matérias Relacionadas

Segurança

Motociclista sem habilitação se envolve em colisão no bairro Vila Lenzi

No local estava presente somente a condutora do carro, sendo que o motociclista havia sido levado para atendimento no Hospital São José
Motociclista sem habilitação se envolve em colisão no bairro Vila Lenzi
Trânsito

Caminhão roubado no Rio de Janeiro em 2015 é recuperado em Itapema

Caminhão roubado no Rio de Janeiro em 2015 é recuperado em Itapema
Saúde

Confira quais são os bairros de Jaraguá com mais casos da Covid-19

Pelo menos 122 pacientes seguem em tratamento no município
Confira quais são os bairros de Jaraguá com mais casos da Covid-19
Esportes

Pandemia adia Corrida de São Silvestre para maio do ano que vem

Tradicionalmente em 31 de dezembro, prova terá duas edições em 2021
Pandemia adia Corrida de São Silvestre para maio do ano que vem
Ver mais de Geral