Geral

Pai do menino flagrado na BR-101 disse à polícia que não foi a primeira vez que o filho havia dirigido um caminhão

24 Abr 2012 - 12h09

O proprietário de um caminhão de médio porte superou os limites de irresponsabilidade e desafiou a sorte ao colocar um menino de 12 anos para dirigir o veículo em um trecho da BR-101 entre Jaguaruna e Tubarão, no Sul do Estado.

A façanha descoberta na noite de domingo pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Tubarão durante uma abordagem de rotina terminou com o dono do veículo e o pai do menor dando explicações na Delegacia de Polícia e liberados após um Termo Circunstanciado (TC)


A descoberta inusitada aconteceu quase que por acaso e dois quilômetros antes da perigosa subida do Morro do Formigão, onde acidentes são frequentes. A equipe de plantão fazia abordagens de rotina em frente ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Tubarão quando deu a ordem de parada ao motorista do caminhão-baú com placas do município vizinho de Treze de Maio. Para a surpresa do policial, em vez de um adulto quem surgiu na janela foi um garoto loiro de 12 anos.

O dono do caminhão estava em um veículo que seguia logo em frente e parou no mesmo instante ao perceber a abordagem policial.

- Uma policial da equipe de plantão ficou surpresa, pois o menino era alto e forte e aparentava ter bem mais que 12 anos - informou o chefe da delegacia da PRF de Tubarão, Eduardo Lugo Samudio.

Enquanto o caminhão era apreendido o garoto e o dono do caminhão foram encaminhados a Delegacia de Proteção a Mulher e ao Menor. O pai do menino foi chamado e admitiu que essa não seria a primeira vez que o filho assumia o volante do caminhão para dar uma ajuda ao primo, dono de uma empresa de produtos agrícolas.

- Uma tremenda irresponsabilidade somente pelo histórico perigoso desse trecho da BR-101 - disse o delegado Leonardo Valente, que lavrou um Termo Circunstanciado contra o proprietário do caminhão por entregar o veículo a pessoa sem habilitação.

Os motivos da viagem não ficaram esclarecidos na delegacia, mas como a documentação do caminhão estava em ordem e não houve registro de acidente ou manobra perigosa todos os envolvidos foram liberados. A PRF não informou se havia alguma carga no baú.

O dono do veículo levou duas multas que somam quase R$ 2 mil por infringir os artigos 163 (entregar a direção do veículo a pessoa sem Carteira Nacional de Habilitação) e 167 (deixar o condutor ou passageiro de usar o cinto de segurança).


Até ser parado no posto da PRF o garoto dirigiu cerca de 20 quilômetros, a partir de Treze de Maio, passando por trechos bem perigosos. Foram cerca de 15 quilômetros na sinuosa e estreita SC-441 até chegar ao viaduto da BR-101, e depois mais cinco quilômetros pela rodovia federal já duplicada, mas que nas noites de domingo costuma ter um intenso movimento de veículos.

O caminhão conduzido é um Wolksvagen modelo 8-150 Plus, que pesa oito toneladas e tem capacidade para transportar outras cinco toneladas de carga contando a carroceria. A direção hidráulica é uma comodidade que pode ter facilitado a condução do menino, mas segundo a PRF uma criança não saberia o que fazer ao deparar com uma situação de perigo como um acidente nem interpretaria corretamente a sinalização da rodovia.

A situação seria ainda pior se o caminhão estivesse carregado, já que o peso da carga afeta o tempo de resposta no caso da redução de velocidade ou freada.

DIÁRIO CATARINENSE

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Média histórica do Auxílio-Cidadão de Jaraguá apresenta nova elevação em março

Desde o início da pandemia, o número de benefícios mensais concedidos se mantém acima da média de três mil. Em 2021, o valor investido é de quase R$ 1,4 milhão
Média histórica do Auxílio-Cidadão de Jaraguá apresenta nova elevação em março
Geral

Estabelecimentos turísticos podem usar cadastros gratuitos para divulgação

Cadastur e Viaje+SC dão visibilidade aos estabelecimentos em todo o País e fora dele
Estabelecimentos turísticos podem usar cadastros gratuitos para divulgação
Geral

Companhia aérea é condenada a indenizar casal de Jaraguá por dano moral

Casal pagou por poltronas mais confortáveis, em viagem para os EUA, mas não conseguiu usar
Companhia aérea é condenada a indenizar casal de Jaraguá por dano moral
Geral

Social chama munícipes para atualização do Cadastro Único em Guaramirim

Serão atendidas as famílias que tenham realizado sua última atualização cadastral no ano de 2019 ou antes
Social chama munícipes para atualização do Cadastro Único em Guaramirim
Ver mais de Geral