Geral

Ouvidoria Geral do Estado atendeu a 12 mil pedidos em 2012

14 Dez 2012 - 19h19

A Ouvidoria Geral do Governo do Estado (OGE) recebeu e resolveu, neste ano, cerca de 12 mil pedidos de informação encaminhados pelo público. O tempo médio de resposta individual foi de 17 dias.


Os pedidos mais simples foram resolvidos em até 24 horas. Já as informações solicitadas sob o respaldo da Lei de Acesso à Informação (LAI) - em vigor desde o mês de junho - foram repassadas ao público sempre no período previsto pela norma, de 20 dias.

Os pedidos de acordo com a nova lei, no entanto, foram minoria. A maior parte foi de denúncias: mais de 4,3 mil. O restante foi de elogios, sugestões e reclamações.

Os setores do Governo Estadual que mais receberam requerimentos foram: Educação, com mais de 2,4 mil; Segurança Pública, com cerca de 1,2 mil; Meio Ambiente, com 917 pedidos, incluindo os mais de 800 para a Casan; Administração, com 490 e Saúde, com 486.


As áreas com maior demanda são similares às de 2011, quando a Ouvidoria recebeu 13.204 pedidos. "Essas demandas são sazonais, variam de acordo com o período do ano", esclarece o ouvidor geral do Estado, Dejair Vicente Pinto (foto).

 

Matérias Relacionadas

Geral

Depois de 200 anos, jabutis voltam ao Parque Nacional da Tijuca no Rio

É a terceira espécie reintroduzida no local desde 2010 pelo Refauna
Depois de 200 anos, jabutis voltam ao Parque Nacional da Tijuca no Rio
Economia

Seguradora diz ter recebido 386 mil pedidos de restituição do Dpvat

Prazo para pedir valor pago a mais acaba no fim do exercício de 2020
Seguradora diz ter recebido 386 mil pedidos de restituição do Dpvat
Geral

Brasileiro não precisa mais de visto para visitar o Catar

Brasil e Catar vão permitir que seus habitantes permaneçam em território sem visto de entrada por um período máximo de 90 dias por 12 meses
Brasileiro não precisa mais de visto para visitar o Catar
Mundo

Incêndio: Austrália vai investir 1,24 bilhão na indústria do turismo

Morrison explicou que pretende dar "um grande impulso" à indústria turística, mas disse que o plano será detalhado na próxima semana
Incêndio: Austrália vai investir  1,24 bilhão na indústria do turismo
Ver mais de Geral