transito
Outubro Rosa

Outubro Rosa reforça debate sobre o câncer de mama

02 Out 2018 - 23h00

Esse foi o caso da Vera de Souza Dias Medeiros, de 61 anos, moradora de São Paulo.


“Fui fazer exames de rotina, normal, em 2015 e eu não tinha feito em 2014 só. Quando eu fiz a mamografia veio o primeiro susto, porque me mandaram fazer ultrassom. Fiz o ultrassom, me chamaram. Nessa hora o chão abriu, fiquei bem assustada. Foi um susto muito grande.”

Para mulheres entre 50 e 69 anos, a indicação do Ministério da Saúde é que a mamografia de rastreamento seja feita a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer mesmo antes do surgimento dos sintomas.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. O que é válido ressaltar é que há vários tipos de câncer de mama. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido enquanto outros são mais lentos. O câncer de mama da Vera, por exemplo, foi bem agressivo. Ela tinha 21 gânglios, mas conseguiu retirá-los.

“Fiz algumas biópsias, foi constatado mesmo um câncer; um câncer bem agressivo. Não precisei tirar a mama, foi só um quadrante. Mas tive que fazer o esvaziamento axilar, porque eu tinha gânglios comprometidos. Então eu tirei 21 gânglios. Mas fiz um tratamento super tranquilo, apesar de fazer químio e radio, eu fui muito bem no tratamento. Eu reagi muito bem.”

O Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias. A recomendação dos médicos é que essa avaliação seja feita antes dos 35 anos somente em casos específicos.

Por meio do autoexame, é possível verificar se há indício de alguns dos sintomas, como presença de caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); e pequenos nódulos localizados embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço.


Segundo a médica da Gerência de Saúde do Sistema CNC-Sesc-Senac, Simone Assumpção, os fatores de risco são divididos em comportamentais, hormonais e hereditários.

“Os fatores de risco comportamentais são: obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo exagerado de bebida alcoólica e exposição inadequada a raio x, mamografia e tomografia. Os hormonais são: primeira menstruação antes dos 12 anos, não ter tido filhos, primeira gravidez após os 30 anos, não ter amamentado, ter feito reposição hormonal pós menopausa, principalmente por mais de 5 anos. Os fatores genéticos são: história familiar de câncer de ovário e câncer de mama em mulheres, principalmente antes dos 50 anos.”

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, o Inca, o câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano.

Reportagem, Cintia Moreira / Agência Rádio Mais 

Matérias Relacionadas

Geral

Prefeitura de Jaraguá do Sul alerta para tentativa de golpe em nome da Secretaria da Fazenda

Empresa recebeu via aplicativo de mensagens um boleto de cobrança de taxa municipal. A Prefeitura não utiliza esta forma de contato para cobranças
Prefeitura de Jaraguá do Sul alerta para tentativa de golpe em nome da Secretaria da Fazenda
Saúde

Coqueluche volta a preocupar o mundo

Número de casos aumenta no Brasil e em 17 países europeus
Coqueluche volta a preocupar o mundo
Geral

Orquestra Filarmônica SCAR apresenta concerto "Retratos" com participação de Cármelo de los Santos

O concerto acontece neste sábado (22), às 20 horas, no Grande Teatro da SCAR. Os ingressos são gratuitos e podem ser adquiridos no site da TicketCenter ou na bilheteria do Centro Cultural
Orquestra Filarmônica SCAR apresenta concerto "Retratos" com participação de Cármelo de los Santos
Geral

Instalados os pontilhões de concreto no Morro das Antenas

Foram colocadas estruturas de concreto que oferecem mais segurança para quem transita pelo local
Instalados os pontilhões de concreto no Morro das Antenas
Ver mais de Geral