Geral

ONU orienta comunidade internacional a manter alerta para represálias à morte de Bin Lad

03 Mai 2011 - 11h17

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) orientou a comunidade internacional a manter-se em alerta em relação às represálias terroristas em decorrência da morte do líder e fundador da Al-Qaeda, Osama bin Laden. Em comunicado, apoiado pelos 15 integrantes do órgão, a orientação é clara e objetiva:

"O Conselho de Segurança exorta todos os Estados a continuarem vigilantes e a intensificar os esforços na luta contra o terrorismo".

"O terrorismo não pode nem deve ser associado a uma religião, nacionalidade, civilização ou a um grupo", informa.

"Não há causa que possa justificar o assassinato de pessoas inocentes".

O Conselho de Segurança destacou que o terrorismo não pode ser combatido só com "força militar, medidas judiciais ou operações de inteligência", mas com a "participação ativa e a colaboração de todos os Estados, das organizações internacionais e regionais e da sociedade civil".

A morte de Bin Laden foi anunciada domingo à noite pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que ocupou cadeia nacional de televisão para informar sobre a ação militar no Paquistão.

Fonte: Diário Catarinense

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Legislativo jaraguaense completa 85 anos nesta quarta

Hoje o Legislativo está em sua 20ª legislatura e 169 pessoas já tiveram a incumbência de exercer a vereança no município. Dez delas, mulheres.
Legislativo jaraguaense completa 85 anos nesta quarta
Geral

Dose solidária: prefeituras se unem em campanha de arrecadação de alimentos

Doações podem ser feitas nos pontos de vacinação contra a Covid-19
Dose solidária: prefeituras se unem em campanha de arrecadação de alimentos
Geral

STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo

Decisão vale somente para o caso concreto
STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo
Geral

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Nova norma afasta incertezas sobre benefício da Lei Aldir Blanc
Ver mais de Geral