105 Ouça
Turismo

Oito em cada dez brasileiros acreditam que o turismo tem potencial a ser melhor explorado no país

11 Abr 2017 - 15h35
O Brasil tem um enorme potencial a ser explorado no setor do turismo, mas deve aproveitar melhor seu patrimônio. Esse é um dos achados de uma pesquisa nacional realizada para o Ministério do Turismo para medir a percepção da população em relação aos investimentos e impressões do público sobre o setor. Foram ouvidas 2002 pessoas com mais de 16 anos em todas as regiões do país, em capitais e cidades do interior, entre 17 e 23 de março de 2017.

De acordo com a pesquisa, oito em cada dez brasileiros acreditam que o potencial turístico de nosso país é de médio para muito alto, mas 59,8% entendem que esse potencial não é aproveitado de forma adequada. Ainda assim, 79,7% apontam que gostariam de passar as próximas férias em destinos nacionais.

Na opinião da população brasileira, os principais benefícios do turismo são a impulsão da economia e dos negócios (59%) e a geração de empregos (27,4%).  Entre as ações para dar fôlego ao setor, numa avaliação estimulada, a criação de novos portos para cruzeiros marítimos, a exploração de parques nacionais pela iniciativa privada e o incentivo para a vinda de Grandes Parques de Diversões estão entre as medidas mais apoiadas.

“Esses dados só reforçam a necessidade de investirmos nesse setor para alavancar a economia brasileira e a importância do pacote de medidas Brasil + Turismo, que lançamos nesta terça-feira”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.  As medidas anunciadas vão alavancar a economia nacional por meio do turismo, com soluções técnicas para gargalos históricos, foco no aumento do número de viajantes nacionais e estrangeiros e ações para melhorar destinos nacionais e gerar emprego e renda.

A sondagem identifica, ainda, que há um grande apoio da população ao investimento na promoção de destinos turísticos para os brasileiros (nota 8,4 numa escala de zero a 10) e na promoção de destinos para estrangeiros (7,8 em 10). Sobre os hábitos cotidianos, quase metade (49%) afirmou costumar viajar a turismo pelo Brasil ao menos uma vez por ano.

A conectividade aérea, um dos pontos abordados no Brasil Mais Turismo, tem amplo respaldo popular: mais de 73% dos entrevistados aprovam o aumento do número de companhias aéreas em operação no Brasil e dois terços defendem a abertura do mercado nacional a empresas estrangeiras.

De acordo com o estudo, 47% dos brasileiros avaliam as condições de turismo no país como ótimas ou boas. Para 37,6%, as condições são regulares e 11,4% acreditam que são ruins ou péssimas. A percepção de 42% é de que o turismo aumentou no Brasil nos últimos anos, contra 28% que avaliam que diminuiu. Outros 24% acreditam que ficou igual.

O meio de transporte mais “querido” reflete uma divisão: 33,1% preferem viajar de ônibus, contra 33% que citam o avião e 32,6% que responderam “carro”. Se a preferência é dividida, o costume ainda é hegemônico com o carro: 39,5% adotam o automóvel em seus deslocamentos, contra 38% que usam o ônibus e 20% embarcam em viagens aéreas. A hospedagem é majoritariamente (48%) em hotéis, resorts e pousadas. Pouco mais de 1/3 (35%) costumam ficar na casa de parentes e 13,2% na casa de amigos.
GNet

Matérias Relacionadas

Saúde

Covid-19: 65 mil doses da Janssen chegam ao estado para o início da aplicação do reforço

Em Santa Catarina, 260.723 pessoas já estão aptas a receber a segunda dose da Janssen.
Covid-19: 65 mil doses da Janssen chegam ao estado para o início da aplicação do reforço
Economia

Santer lança empreendimentos de alto padrão no Litoral Norte Catarinense

Segundo o diretor da Santer, Fernando Silva, os lançamentos de alto padrão em Barra Velha e Penha atendem a um novo público, que está procurando as cidades não apenas para veraneio, mas também para moradia
Santer lança empreendimentos de alto padrão no Litoral Norte Catarinense
Geral

WEG desenvolve linha de revestimentos nanoestruturados em parceria com as Empresas Randon

Mais sustentável, mais resistente à corrosão e com melhor performance de brilho e cor, a linha New Tech chega ao mercado isenta de solventes, a base d'água e de nanopartículas.
WEG desenvolve linha de revestimentos nanoestruturados em parceria com as Empresas Randon
Geral

Feira do Livro de Jaraguá apresenta sessões diárias de contação de histórias

As apresentações ocorrem sempre às 15h e 19h e, no fim de semana, o público pode conferir as encenações distribuídas ao longo de todo o dia
 Feira do Livro de Jaraguá apresenta sessões diárias de contação de histórias
Ver mais de Geral