Geral

Nova fábrica da General Motors virá a Joinville, diz udo Döhler

21 Jun 2011 - 11h15

A fábrica da General Motors em Joinville ainda não começou a operar, mas empresários e autoridades estão com grandes expectativas para o anúncio de uma expansão da unidade da multinacional em Joinville. O presidente da Associação Empresarial de Joinville (Acij), Udo Döhler, disse, antes de sua posse que o comunicado oficial da empresa deve sair em breve.

Durante a solenidade de posse da nova diretoria da entidade, Döhler comentou que a GM pretende fabricar, além dos motores na primeira fábrica, equipamentos de transmissão.

- O que sabemos é que eles estão resolvendo questões internas, burocráticas, para fazer o anúncio -, afirma.

O governo do Estado está envolvido na operação. O governador Raimundo Colombo diz que a terceira maior montadora brasileira quer que a unidade seja também em Joinville, aproveitando a estrutura que já está sendo preparada.

A empresa adianta que a ideia de uma segunda fábrica em Santa Catarina está apenas em fase de estudos. A assessoria da GM diz que há um consenso da diretoria quanto à necessidade de expansão de sua estrutura para atender à demanda do mercado na América Latina. No entanto, ela nega a existência de prazos acertados ou de valores confirmados de investimentos.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econônico, Rodrigo Thomazi, afirma que "ainda é muito cedo para se falar nisso, afinal, a fábrica ainda não está funcionando". Ele também confirma a existência de conversas entre governos e a multinacional.

Os planos de expansão da economia local foram lembrados por Döhler em seu discurso de posse, durante jantar na Sociedade Harmonia Lyra. O empresário do setor têxtil destacou o espírito de união e luta dos associados, e lembrou que o desenvolvimento econômico poderá acarretar em mais problemas de mobilidade urbana.

- A cidade deve dobrar sua economia dentro de dez anos e a população, na geração seguinte, poderá atingir algo em torno de 750 mil habitantes -, argumenta.

Döhler cobrou, na presença do vice-presidente da Repú8blica, Michel Temer, do governador Raimundo Colombo e do prefeito Carlito Merss, mais engajamento para solucionar os problemas de infraestrutura, saúde e segurança e fez ainda um apelo para que sejam recuperados os "valores éticos e morais ora tão debilitados" Döhler disse estar constrangido com os "os cenários de constantes denúncias, escândalos e impunidades que vêm acontecendo no país e que tanto agridem os valores que precisamos recuperar". 


Temer fala em parcerias

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) falou em ampliar as parcerias com Santa Catarinasua rápida passagem por Joinville,. Ao descer no aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, Temer foi diretamente para o carro, sendo recepcionado apenas pelo senador Luiz Henrique (PMDB). De lá, partiu para a Sociedade Harmonia Lyra, onde participou da posse de Udo Döhler na presidência da Associação Empresarial de Joinville (Acij).

Novamente, o vice-presidente driblou a imprensa ao entrar por uma porta lateral, que cerca por seguranças. Mas pouco depois, já dentro do salão, Temer foi abordado por jornalistas e rapidamente respondeu sobre a possibilidade de sua breve visita trazer novos investimentos para Santa Catarina.

- O governador Colombo irá regressar conosco para Brasília e iremos discutir algumas possíveis parcerias -, disse.

Ele garantiu que o ILS, aparelho que facilita os pousos, será instalado antes do fim de 2012 .

- Essa aparelhagem deve ser instalada em breve tempo aqui (Joinville) -, falou.

Sobre a duplicação da BR-280, entre Jaraguá do Sul e São Francisco do Sul, o vice-presidente falou que a obra está no planejamento do governo, mas não soube precisar um tempo para sair do papel. A abertura dos envelopes com as propostas deve ser feita no início de julho pelo DNIT. A previsão é de a obra custe R$ 860 milhões. O empreendimento não inclui a ponte sobre o Canal do Linguado, sem prazo para ser licitada.

Fonte: A Noticia

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Nova norma afasta incertezas sobre benefício da Lei Aldir Blanc
Geral

Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões

Número é maior que população porque muitos têm mais de um chip
Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões
Geral

Quem vai se vacinar também pode ajudar com um quilo de alimento

Campanha Vacina Ação Solidária inicia nesta terça-feira (6) no Pavilhão A do Parque Municipal de Eventos. Quem for se vacinar, pode levar um quilo de alimento não perecível. Se puder e quiser
Quem vai se vacinar também pode ajudar com um quilo de alimento
Saúde

Hemosc necessita de doações de sangue para manter estoques

A doação de sangue está funcionando com horário agendado previamente, que pode ser por telefone ou diretamente no site
Hemosc necessita de doações de sangue para manter estoques
Ver mais de Geral