Datas

Nova data do Enem coincide com 13 vestibulares

04 Nov 2016 - 11h00
A nova data do Enem para os 191 mil estudantes que tiveram a prova adiada, por causa da ocupação de escolas, vai coincidir com ao menos 13 vestibulares, em 9 Estados e no Distrito Federal, que já estavam marcados para os dias 3 e 4 de dezembro.

No Paraná, Estado com o maior número de escolas ocupadas, a segunda fase do vestibular da Universidade Estadual de Londrina (UEL), está marcada para os dias 4, 5 e 6 de dezembro. A expectativa é de que cerca de 8.500 estudantes façam a segunda etapa da prova.

Em Minas, segundo Estado em ocupações, o Instituto Federal do Sul já tinha a prova marcada para 4 de dezembro.

A nova data também coincide com os vestibulares da Universidade Estadual de Roraima (UERR), Universidade Estadual do Pará (UEPA) Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Instituto Federal do Amapá (IFAP), Universidade Estadual do Sul da Bahia (UESB), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS),Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul (Unijuí), PUC-RS e ESPM Sul. Também coincide com a data do Programa de Avaliação Seriada (PAS), que dá acesso à Universidade de Brasília (UnB).

 

Agência Estado

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Social recebe quatro toneladas de alimentos em doação de supermercado

Depois de descarregados os mantimentos, eles passarão por triagem e deverão ser entregues às entidades que realizam o atendimento de pessoas carentes no município
Social recebe quatro toneladas de alimentos em doação de supermercado
Economia

Entrega do Imposto de Renda com atraso tem multa a partir de hoje

Receita Federal recebeu 31.980.151 declarações
Entrega do Imposto de Renda com atraso tem multa a partir de hoje
Santa Catarina

Ciclone em SC: Fenômeno provoca ocorrências em 101 municípios de Santa Catarina

O mesmo documento informa que o Estado tem nove mortes confirmadas e outras duas pessoas desaparecidas por conta do evento climático
Ciclone em SC: Fenômeno provoca ocorrências em 101 municípios de Santa Catarina
Santa Catarina

Cerca de 1,3 mil funcionários da Celesc trabalham para restabelecer energia no estado

O trabalho envolve, principalmente, a retirada de material pesado que caiu sobre a rede e pode levar de dois a três dias em determinadas localidades
Cerca de 1,3 mil funcionários da Celesc trabalham para restabelecer energia no estado
Ver mais de Geral