Geral

Nascimento falará no Senado, mas não será 'dedo-duro'

01 Ago 2011 - 16h32

Aliados do ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento, o líder do PR na Câmara, Lincoln Portela (MG), e o deputado Luciano Castro (PR-RR) disseram ao G1 nesta segunda-feira (1º) que o colega e senador pelo PR de Amazonas irá fazer um pronunciamento nesta terça-feira (2) para abordar, "de maneira pontual", todas as denúncias que o levaram a pedir demissão do cargo no começo de julho. Nascimento já está em Brasília, mas ainda não está definido se ele irá ao Senado nesta segunda.


De acordo com Castro, embora decidido a falar de maneira detalhada dos assuntos que envolveram sua gestão nos Transportes, Nascimento "não vai dar uma de dedo-duro" na tribuna do Senado. "Ele vai fazer um discurso bem pontual, explicando todos os pontos da administração, mas ele não vai dar uma de dedo duro", disse Castro.

Depois de conversar com Nascimento, o líder do PR na Câmara avalia que a fala do ex-ministro não será marcada pela "raiva": "Ele me disse que falaria no Senado nesta terça. Vai ser um pronunciamento sem raiva, sem ira, uma explanação de tudo que aconteceu."

No dia 8 de julho, após retomar o mandato no Senado, o ex-ministro dos Transportes pediu à Mesa do Senado licença do cargo de senador. O pedido foi feito para que ele ficasse afastado do dia 7 até o dia 18 de julho, início do recesso parlamentar. Dessa forma, Nascimento só assumirá de fato a função de senador nesta semana.

Alfredo Nascimento deixou o cargo de ministro após denúncias sobre um suposto esquema de superfaturamento em obras envolvendo servidores da pasta. A crise se agravou nesta quarta após suspeitas de que o filho do ministro tenha enriquecido ilicitamente em razão do cargo do pai.


Ele anunciou que "vai colaborar espontaneamente para o esclarecimento cabal das suspeitas levantadas" e que "decidiu encaminhar requerimento à Procuradoria-Geral da República pedindo a abertura de investigação e autorizando a quebra dos seus sigilos bancário e fiscal".

Na nota em que anunciou a entrega do cargo, o agora senador afirmou que "coloca-se à disposição de seus pares para participar ativa e pessoalmente de quaisquer procedimentos investigativos que venham a ser deflagrados naquela Casa (Senado) para elucidar os fatos em tela".

G1

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Tragédia: pai, mãe e dois filhos morrem carbonizados em SC

A tragédia ocorreu por volta das 6h30, em uma casa de madeira
Tragédia: pai, mãe e dois filhos morrem carbonizados em SC
Geral

Idoso morre eletrocutado no Norte de SC

A suspeita é de que o idoso tenha colocado a mão na cerca elétrica.
Idoso morre eletrocutado no Norte de SC
Geral

Incêndio em residência mobiliza bombeiros no bairro Jaraguá Esquerdo

Fato ocorreu às 19h20 desta sexta-feira (7)
Incêndio em residência mobiliza bombeiros no bairro Jaraguá Esquerdo
Geral

Tamanduá-mirim é resgatado após invadir residência em Schroeder

A ocorrência foi registrada pelos bombeiros voluntários às 5h13 desta sexta-feira (7)
Tamanduá-mirim é resgatado após invadir residência em Schroeder
Ver mais de Geral