Mês do Trânsito - Rádio
Geral

Mulher encontra irmão biológico em Joinville após 25 anos de busca

18 Abr 2012 - 12h58

Uma história de busca e esperança que teve um final feliz. Assim acabou a busca de dois irmãos que sempre se procuraram, mas demoraram 25 anos para se conhecer. Cíntia Cristina da Silva, 39 anos, é comerciante em Mafra e foi adotada ainda bebê por uma família daquela cidade.

Ela manteve contato com a mãe biológica e em uma de suas visitas, ficou sabendo que tinha um irmão morando em Blumenau. Cíntia tinha, então, 14 anos e começou a busca por esse irmão perdido.

Hoje com 33 anos e trabalhando de vendedor em Blumenau, Sandro Maçaneiro da Silva foi criado pelo pai e pelas tias desde os dois anos de idade. Ele, assim como Cíntia, é filho de Maria da Graça da Silva, mas ao contrário da meia-irmã, pouco sabia sobre a mãe ou sobre Cíntia.

Durante anos, eles procuraram um ao outro, sem sucesso, até que a mulher de Sandro, Cleusa de Paula, digitou o nome do marido em um site de buscas na internet e descobriu que Cíntia estava a procura dele.

A descoberta foi no site do Good Angels, um endereço mantido por uma ONG destinada a quem busca pessoas desaparecidas. Após o primeiro contato, virtual, veio o primeiro telefonema, na semana passada, e a troca de informações que confirmaram: Sandro era mesmo o irmão que Cíntia procurava.

Os irmãos, então, acertaram as agendas e se encontraram, em Joinville, onde a filha de Cíntia, a pequena Vitória, de quatro anos, passa por tratamento para a fissura de labiopalatal, no Centrinho Prefeito Luiz Gomes. 

- Foi bom nos encontrarmos em Joinville, porque encurtamos as distâncias -, brinca Sandro, que não conteve as lágrimas ao encontrar a irmã e descobrir que ele já é tio-avô - a filha de Cíntia de 25 anos tem dois filhos.

- Não sabia nem o nome dela, então, há uns dois anos eu já havia desistido de tentar encontrá-la -, conta o vendedor.

Cíntia, também emocionada com o encontro, não disfarçou a alegria ao saber que tem dois sobrinhos: um menino de dois e uma menina de quatro anos.

- Nossos filhos vão poder crescer juntos, oportunidade que a gente a não teve -, ressaltava Sandro.

Os priminhos Vitória Cristina Medeiros, filha da Cíntia, e Bernardo de Paula Maçaneiro da Silva, dois anos, filho de Sandro, trataram logo de estreitar laços de amizade e brincaram no pátio do Centrinho, enquanto os pais colocavam o papo em dia.

- É incrível porque, mesmo sem nunca ter conhecido ela, a sensação que eu tive, desde a primeira conversa por telefone, é de que a gente já se conhecia, só não se falava há muito tempo -, diz Sandro.

- Essa afinidade foi muito boa, porque eu temia encontrar alguma resistência -, relata Cíntia.

Próximo passo é encontrar a mãe

O encontro foi no fim da manhã de terça-feira, em frente ao Centrinho. Sandro conta que veio dirigindo de Blumenau a Joinville com as mãos suando ao volante, ansioso pelo momento de conhecer a irmã.

Cíntia já o aguardava no Centrinho e não conteve as lágrimas ao ver o carro com placas de Blumenau estacionar na frente da unidade. E foi só Sandro descer do carro, que o tão sonhado encontro entre irmãos se concretizou.

Depois do longo abraço, os irmãos começaram a reconhecer no rosto um do outro alguns traços semelhantes e descobriram que a história deles é mesmo marcada por coincidências. Eles nasceram no mesmo dia, 15 de julho, e já planejam uma grande festa para comemorar pela primeira vez a data juntos.

- Agora só falta decidir se será em Mafra ou Blumena -, brinca Cíntia.

Até lá, eles também esperam já ter reencontrado a mãe, que mora no Rio Grande do Sul com outras duas filhas.

- Ela teve também outro filho, mas ele morreu em 2010 -, conta Cíntia, que chegou a receber a visita da mãe em 1988, 2000 e 2008, e mantinha contato por telefone.

Já Sandro, não tem recordações da mãe. 

- Eu era muito pequeno quando minha mãe foi embora, então nem lembro dela  -, diz Sandro. 

- Vai ser bom poder conhecer o outro lado da história, ouvir ela contar a versão dela  -, diz.

E para a família ficar ainda mais completa, Cíntia também espera encontrar o pai biológico, Laerte da Silva, que ela nunca conheceu. 

- Só sei que ele deve estar morando em Joinville ou Itajaí.

Além disso, Cíntia pretende ajudar a mãe, Maria da Graça da Silva, a encontrar sua família biológica, pois a mãe foi criada por uma família adotiva em Joinville.

Marido de Cíntia faz surpresa

O marido de Cíntia, Sócrates Medeiros, pensando em fazer uma surpresa à mulher e ao cunhado, Sandro, que ele também estava ansioso por conhecer, resolveu entrar em contato com a RBS TV, para que o encontro entre os irmãos fosse televisionado.

Assim, para a surpresa de Cíntia e Sandro, as equipes de reportagem acompanharam e registraram a emoção deste momento que eles guardarão para sempre na memória. 

- Foi mesmo uma surpresa! Deixou o momento ainda mais emocionante  -, diz Cíntia, que abraçou o irmão pela primeira vez em frente às câmeras. 

- Vamos guardar com carinho o recorte do jornal e gravar o programa na TV  -, disseram os irmãos, referindo-se à reportagem que irá ao ar na edição desta quarta no Jornal do Almoço.

DIÁRIO CATARINENSE

Matérias Relacionadas

Geral

Pagamento em dinheiro volta a ser aceito no transporte coletivo em Jaraguá

Desde a retomada do transporte público, o pagamento da passagem só era permitido com cartão TEM
Pagamento em dinheiro volta a ser aceito no transporte coletivo em Jaraguá
Solidariedade

Irmãos com 'olhos de vidro' precisam de ajuda para trocar as próteses

Jovens sofrem de uma doença chamada retinoblastoma, que é um tumor no globo ocular que comprometeu a visão
Irmãos com 'olhos de vidro' precisam de ajuda para trocar as próteses
Jaraguá do Sul

Voluntários do Hospital Jaraguá promovem bazar na antiga casa do Breithaupt

Conforme a coordenadora Izaura Herpich, há roupas para todas as idades, utensílios domésticos e acessórios, com preços a partir de R$ 1,00
Voluntários do Hospital Jaraguá promovem bazar na antiga casa do Breithaupt
Santa Catarina

Leilão de bens móveis que inclui aeronave do Estado tem fechamento de lotes nesta quarta-feira

A lista de itens disponíveis também inclui carros, impressoras, móveis e outros bens de consumo
Leilão de bens móveis que inclui aeronave do Estado tem fechamento de lotes nesta quarta-feira
Ver mais de Geral