GERAL

MP vai monitorar risco para ativistas dos direitos humanos no Rio

22 Mar 2019 - 18h03Por Roberta Jansen

O Ministério Público do Rio vai monitorar o risco de todos os parlamentares e ativistas de direitos humanos cujos nomes apareceram no relatório final do inquérito policial sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco. O relatório detalha as pesquisas feitas online pelo PM reformado Ronnie Lessa, acusado de executar Marielle e o motorista Anderson Gomes em 14 de março do ano passado.

Os deputados estaduais do PSOL Flávio Serafini e Renata Souza estiveram na manhã desta sexta-feira, 22, reunidos como procurador-geral, José Eduardo Gussen, a quem solicitaram a avaliação de risco para todos os nomes pesquisados. Matéria do Estado publicada na última quinta-feira revelou que Lessa fez pesquisas sobre Marcelo Freixo e Flávio Serafini. Pesquisou também nomes de pesquisadores e ativistas de direitos humanos da Anistia Internacional, das Redes da Maré e da ONU Mulheres, sobretudo na área de segurança pública.

"Esse assassinato ainda não foi completamente desvendado, precisamos saber quem foi o mandante e qual a motivação. Essas pesquisas sobre defensores de direitos humanos retratam que o caso é de um ataque à democracia. O Estado tem que analisar os riscos e se responsabilizar por todos que foram citados.", afirmou Serafini.

Segundo o parlamentar, Gussen informou que os nomes serão monitorados e, em caso de haver risco, informará para que medidas de segurança como escolta sejam tomadas.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Taxa de ocupação dos leitos de covid-19 chega a 97% em Jaraguá 

Conforme a Secretaria de Saúde, 178 novos casos foram registrados nas últimas horas, com 127 novos recuperados.
Taxa de ocupação dos leitos de covid-19 chega a 97% em Jaraguá 
Geral

Prefeito e vice participam da plenária da CDL de Jaraguá desta quarta

Eles falam sobre os projetos para a gestão 2021-2024.
Prefeito e vice participam da plenária da CDL de Jaraguá desta quarta
Geral

Com recurso aprovado, construção da ponte da Menegotti será licitada

Na terça-feira (23) vereadores de Jaraguá do Sul aprovaram o projeto de lei que destina R$ 8 milhões para a construção da ponte que ligará os bairro Amizade e Chico de Paulo.
Com recurso aprovado, construção da ponte da Menegotti será licitada
Geral

Trabalho digital cresce 5 vezes e ameaça direitos trabalhistas

Alerta é da Organização Internacional do Trabalho
Trabalho digital cresce 5 vezes e ameaça direitos trabalhistas
Ver mais de Geral