Caraguá
INSS

MP que determinou 'pente-fino' no INSS perde validade

04 Nov 2016 - 10h24
Sem aprovação do Congresso Nacional, a medida provisória (MP) 739 que estabeleceu um pente-fino em benefícios do INSS perde a validade nesta sexta-feira (4). Com isso, voltam a valer as regras vigentes antes de julho, quando o texto foi editado pelo governo do presidente Michel Temer.

A medida provisória é um instrumento com força de lei, adotado pelo presidente da República, em casos de relevância e urgência, cujo prazo de vigência é de sessenta dias, prorrogáveis uma vez por igual período. Produz efeitos imediatos, mas depende de aprovação do Congresso Nacional para transformação definitiva em lei.

Com a perda de validade da MP, será necessária a edição de um decreto legislativo para disciplinar e deixar claros os efeitos que o texto gerou enquanto estava em vigência.

'Pente-fino'
Com a MP 739, o governo iniciou uma força-tarefa para revisar o pagamento de auxílios-doença e aposentadorias por invalidez com mais de dois anos de duração. Para a reavaliação, o texto definiu o pagamento de R$ 60 por consulta para cada perito.

 

G1

Matérias Relacionadas

Geral

Ambev confirma que vai aumentar preço da cerveja em outubro

Prepare o bolso. cervejaria Ambev vai aumentar o preço das cervejas a partir deste sábado (2)
Ambev confirma que vai aumentar preço da cerveja em outubro
Política

Novos condomínios poderão ter infraestrutura para recarga de veículos em Jaraguá

A proposta só valeria para os novos condomínios que tiverem o projeto de construção protocolados na Prefeitura jaraguaense a partir da vigência da lei
Novos condomínios poderão ter infraestrutura para recarga de veículos em Jaraguá
Geral

Vômito de baleia faz mais uma milionária na Tailândia

O material tem valor estimado em £186,500 (aproximadamente R$ 1,5 milhão).
Vômito de baleia faz mais uma milionária na Tailândia
Educação

Guaramirim abre inscrições para cursos profissionalizantes em parceria com o Senai

Iniciativa é fruto do projeto Despertando Potencialidades realizado com recursos do Fundo Municipal de Assistência Social
Ver mais de Geral