dengue
Morro das Antenas

Morro das Antenas é uma terra de ninguém

17 Set 2018 - 13h58


Um levantamento topográfico está em andamento para definir qual o tamanho da área do Morro das Antenas, no bairro Boa Vista, que ficará com a prefeitura de Jaraguá do Sul. Com visitação em torno de cinco mil pessoas por final de semana - em dias de tempo firme segundo a Diretoria de Turismo -, a montanha é um dos principais pontos turísticos do município e tem uma das melhores rampas de voo livre do Brasil. Estima-se que pilotos de pelo menos 40 países, já se lançaram dela. Apesar de todo esse potencial, não se sabe quem é o proprietário daquela área. Pelo menos cinco donos de terras que fazem limite com o morro, requerem pra si a propriedade, mas não conseguem comprovar documentalmente. Uma topografia feita por estimativa não foi aceita pelo estado, por isso é necessária a medição para estabelecer quem é dono do quê. Será preciso a assinatura de todos os confrontantes, incluindo os município de Jaraguá, Guaramirim e Massaranduba. Após essa definição, Jaraguá do Sul vai requerer o repasse de uma determinada área na parte alta do morro.






A diretora executiva da Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (AMVALI), Juliana Pereira Horongoso Demarchi, disse que levantamento irá promover a regularização de todo o território do Morro das Antenas. "A maior dificuldade que a gente sente é identificar quem é dono do quê lá em cima. Porque aquilo tudo são terras devolutas, não têm dono", afirma. "E precisamos ter um espaço da prefeitura para fazermos os investimentos necessários", completa.



Um projeto feito pelo setor de engenharia da AMVALI prevê a construção de dois mirantes, heliponto, banheiros, estacionamento, melhoria da rampa de saltos, entre outros investimentos. Existem outras propostas, mas esta é considerada a mais exequível pelos técnicos. De acordo com o engenheiro civil responsável pelo projeto, Guilherme Gustavo Ohlweiller, o valor de aproximadamente R$ 2 milhões, pode ser custeado através dos programas do Governo Federal. "Pode se feito em etapas. A pavimentação de acesso é uma delas", diz.


Outro desafio é regularizar a situação das muitas empresas que se utilizam do morro das antenas. Uma chamada pública notificando-as para apresentarem a documentação necessária, obteve retorno de 12 empresas responsáveis por 15 antenas. De acordo com o diretor de turismo, Marcelo Nasato, o grupo de trabalho que trata desse assunto se reuniu na semana passada. "Iremos recomendar ao gabinete medidas a serem tomadas", disse. "Sabemos que tem mais antenas instaladas (cerca de 30), mas não sabemos se estão em operação", acrescentou.

Matérias Relacionadas

Geral

"Guaramirim, cidade limpa" - terceira etapa da ação ocorre no fim de semana

Desde o início da campanha, mais de 100 toneladas de entulhos já foram recolhidas.
"Guaramirim, cidade limpa" - terceira etapa da ação ocorre no fim de semana
Geral

Enchentes paralisaram 63% das indústrias gaúchas, revela pesquisa

Apesar dos impactos, 64,2% das empresas vão manter local de sedes
Enchentes paralisaram 63% das indústrias gaúchas, revela pesquisa
Economia

Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto

Valores variam conforme número de dias trabalhados no ano-base 2022
Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto
Geral

Narrador de futebol é internado na UTI após cair de cabine durante transmissão de jogo em SC

Queda ocorreu de uma altura de aproximadamente quatro metros
Narrador de futebol é internado na UTI após cair de cabine durante transmissão de jogo em SC
Ver mais de Geral