Câmara

Melhores salários apontados como solução para a falta de médicos

17 Jun 2011 - 15h55

A falta de médicos na rede pública do município foi discutida em reunião nesta quinta-feira, antes da sessão ordinária. O encontro, articulado pela vereadora Natália Lúcia Petry, contou com a participação dos diretores clínicos dos dois hospitais, Amaro Ximenes Júnior e Rogério Luiz da Silva, este também presidente da Associação Médica de Jaraguá do Sul.


Além de vereadores, também estiveram presentes o secretário municipal de Saúde, Francisco Airton Garcia, o integrante do conselho de administração do Hospital Jaraguá, Hilário Dalmann, e o diretor de Vigilância e Saúde, Walter Clavera. Hilário Dalmann diz que faltam médicos na rede pública de saúde por causa dos salários.

[jwplayer mediaid="92068"]

 

Os representantes do setor foram taxativos em afirmar que a falta de médicos na cidade tem como razão maior os salários pagos pela rede pública municipal. Atualmente, para uma jornada de 40 horas semanais, o último concurso realizado pela Prefeitura prevê vencimentos da ordem de R$ 6,4 mil. Segundo os profissionais, o valor é baixo e a reivindicação do Sindicato dos Médicos de Santa Catarina, bem como da Federação Nacional, é de que os profissionais recebam R$ 9.532,00 por uma carga horária semanal de 20 horas.

O secretário da Saúde, Francisco Garcia considera a questão complicada e difícil de resolver, mas pretende discutir o assunto com a prefeita.


Um termo de ajuste de conduta chegou a ser firmado, porém os médicos pediram a conta quando foram obrigados a cumprir a carga horária. Para o médico Amaro Ximenes, o atual sistema está equivocado, pois o profissional recebe por consulta, e não por hora trabalhada, o que faz com que o médico não permaneça no posto de saúde por todo o período pelo qual recebe.

Acerca do fechamento do corpo clínico dos hospitais, apontado como uma das causas da não vinda de profissionais para a cidade, Ximenes afirmou que "isto é coisa do passado". Inclusive disse que há dificuldade na contratação de algumas especialidades, a exemplo da pediatria.

Ele também informou que em Jaraguá do Sul atuam 220 médicos, dos quais 182 fazem parte do corpo clínico dos hospitais. 

Na sessão, a vereadora Natália comentou sobre a discussão e seus encaminhamentos. Uma nova reunião ficou de ser marcada, envolvendo também o Departamento de Convênio da Associação Médica, e os setores Jurídicos da Câmara e Prefeitura, com o objetivo de adequação dos salários dos médicos de acordo com o mercado.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Projeto prevê desconto na tarifa de água para afetados com o fornecimento em Guaramirim

O desconto é de 50% no valor da tarifa mínima mensal de água devido a interrupção do fornecimento por conta das obras realizadas na BR-280.
Projeto prevê desconto na tarifa de água para afetados com o fornecimento em Guaramirim
Geral

Oficina com cantigas de rodas em libras terá transmissão nesta quarta em Jaraguá

As idealizadoras, Franciele Martins de Abreu Calduro e Mislene Pickcius, buscam a valorização desta manifestação cultural e promovem a acessibilidade para crianças com deficiência auditiva, por meio de libras.
Geral

Samae faz manutenção de áreas do programa Mata Ciliar

O Programa foi lançado em março de 2019, no dia 22 de março (Dia Mundial da Água), com o objetivo de recompor as margens do Rio Itapocu
Samae faz manutenção de áreas do programa Mata Ciliar
Geral

Entidades recebem doações da campanha VacinAção Solidária em Jaraguá

A campanha foi lançada no último dia 6 de abril, com o objetivo de receber doações da população durante a campanha de vacinação contra a covid-19.
Entidades recebem doações da campanha VacinAção Solidária em Jaraguá
Ver mais de Geral