transito
Geral

Maior vencedor do Grand Prix, Brasil estreia contra o Japão

04 Ago 2011 - 19h22

Em uma temporada cheia, o Grand Prix aparece como o segundo principal compromisso da seleção brasileira feminina de vôlei. A equipe de José Roberto Guimarães, vice-campeã no ano passado, busca a redenção e o nono título da competição. Para isso, terá que superar difíceis rivais e suportar a pressão de jogar fora de casa.

 

Em Busan, o primeiro duelo do Brasil será contra o Japão, na madrugada desta sexta-feira, às 2h (de Brasília).


Dona do maior número de títulos de Grand Prix da história, a seleção brasileira quer aumentar o recorde e conquistar a nona medalha de ouro. Além disso, a equipe verde-amarela pretende embalar para o Campeonato Mundial de vôlei, que garante vaga para os Jogos Olímpicos de Londres-2012.

Um dos favoritos ao título, o Brasil se encontra no Grupo C, uma chave complicada para o início da competição. Sempre ameaçador e extremamente defensivo, o Japão é uma das pedreiras da primeira fase, assim como a Coreia do Sul que, apesar de não ter o alto nível das nipônicas, vem melhorando no vôlei.

Além das asiáticas, a seleção brasileira irá duelar com a Alemanha, que vem buscando firmar seu posto no vôlei e chega confiante a Busan (Coreia do Sul), sede do grupo na primeira semana.

No ano passado, o Brasil perdeu para os Estados Unidos na decisão e ficou com a prata. Para esta temporada, a palavra no vestiário da seleção brasileira é vitória, para trazer mais uma medalha dourada para o País.

Rival histórica da seleção brasileira, a Itália terá um caminho mais fácil que a equipe de Zé Roberto Guimarães. Principal equipe do Grupo A e medalha de bronze no Grand Prix-2010, a azzurra terá a Polônia, que joga em casa, como maior desafio. Estreando na competição, Argentina e República Dominicana são equipes mais fracas e não devem oferecer resistência à potência italiana.


A forte seleção da Rússia viajará para Nakhonpathom, onde promete ter um caminho fácil. Principal time do Grupo B, a equipe da 'gigante' Ekaterina Gamova duelará com Peru e Tailândia. O desafio das campeãs mundiais, no entanto, será a tradicional Cuba, que chega à competição renovada.

Campeão da última edição do Grand Prix, os Estados Unidos começam a defesa do título do ano passado no Grupo D, que traz equipes importantes no cenário atual do vôlei. A China, bicampeã olímpica, tem vaga garantida na fase final, mas promete incomodar. Outro desafio das norte-americanas será a Sérvia, que tem no vôlei um dos esportes mais populares de seu país.

A 19ª edição do Grand Prix terá 16 seleções participantes, divididas em quatro grupos que se enfrentarão por três semanas. A primeira fase será realizada entre os dias 5 e 21 de agosto, sendo que todos os embates terão palcos na Europa e na Ásia.

As sete melhores equipes da primeira fase e o país sede - no caso, a China - avançam para a rodada final do Grand Prix. A cidade de Macau será o centro das atenções do mundo de vôlei entre os dias 24 e 28 deste mês, uma vez que abrigará a fase decisiva da competição.

 

 

Matérias Relacionadas

Geral

Confira as previsões do horóscopo para hoje

Saiba o que os astros reservam para você no amor, vida profissional e viagens
Confira as previsões do horóscopo para hoje
Geral

As rugas te incomodam?

Artigo da médica Josiane Olivia Lunelli
As rugas te incomodam?
Geral

Mutirão de limpeza retira 500 quilos de lixo do rio Itapocu, em Jaraguá do Sul

A ação de limpeza do rio foi realizada da sede do Clube de Canoagem Kentucky até o Parque Linear Via Verde
Mutirão de limpeza retira 500 quilos de lixo do rio Itapocu, em Jaraguá do Sul
Geral

Classificados da Rádio Jaraguá

Quer vender, comprar ou alugar? Confira as oportunidades disponíveis nessa terça-feira (18).
Classificados da Rádio Jaraguá
Ver mais de Geral