Imobiliária Coralli
Geral

Mãe é suspeita de envenenar três crianças no Distrito Federal

13 Jan 2012 - 14h59

Três crianças foram envenenadas na noite desta quinta-feira (12), no Paranoá, região administrativa a 25 quilômetros de Brasília. A polícia suspeita que a mãe tenha cometido o crime. De acordo com a família, ela tem problemas psiquiátricos.


As crianças de 1, 2 e 3 anos foram levadas ao Hospital do Paranoá. Os médicos informaram que elas não correm risco de morte.

Na casa das vítimas, a polícia encontrou dois medicamentos, um deles de tarja preta, usado em pacientes com agressividade extrema. O outro, um sedativo. Na cartela faltam sete comprimidos.

"Foram tratadas com lavagem estomacal. Elas estão conscientes, um pouco desorientadas. Também vão ser tratadas com medicação e devem ficar pelo menos 40 horas em observação", afirmou o diretor do hospital, Rommel Costa, na noite desta quinta.

A combinação dos medicamentos é comum em pessoas em tratamento psiquiátrico, segundo os médicos. Em alta dosagem, pode levar a morte.

A delegada Bruna Eiras contou que os remédios são da mãe das crianças. A família disse à polícia que ela sofre de transtorno mental e chegou a ser internada por causa disso.


"No caso de não ter fornecido esse medicamento para as crianças dolosamente, com intenção de matá-las, ela responderá por homicídio qualificado, com emprego de veneno. Sendo ministrado na dosagem certa, o remédio não causa prejuízo, mas em quantidade excessiva passa a ser um veneno", falou a delegada.

A mãe, uma jovem de 20 anos, também estava no Hospital do Paranoá para avaliação clínica e não quis falar sobre o assunto. Ela foi levada ao Hospital Psiquiátrico São Vicente de Paula, em Taguatinga, para exames.

Até a investigação ser concluída, a mãe fica sem a guarda das crianças. Elas vão ser encaminhadas à Vara da Criança e do Adolescente.

GLOBO.COM

Matérias Relacionadas

Geral

Nasa anuncia programa para levar primeira mulher à Lua em 2024

Antes disso, agência lançará dois testes de voo ao redor do satélite
Nasa anuncia programa para levar primeira mulher à Lua em 2024
Saúde

Doações de órgãos caíram 40% com pandemia

Ministério da Saúde lançou hoje campanha para aumentar doações
Doações de órgãos caíram 40% com pandemia
Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul registra 38ª morte em decorrência do coronavírus

Nas últimas 24 horas foram 23 novos casos e 17 pessoas recuperadas
Jaraguá do Sul registra 38ª morte em decorrência do coronavírus
Corupá

Comunicado de utilidade pública: novo foco de dengue é registrado em Corupá

Este é o 9º foco positivo registrado em 2020 no Município
Ver mais de Geral