GERAL

Juíza nega a cubano escolha de cidade prioritária no Mais Médicos

11 Jan 2019 - 19h52Por Luiz Vassallo

A juíza federal da 5ª Vara Cível de Brasília, Diana Wanderlei, negou o pedido de um médico cubano para ter prioridade na escolha do município onde atuaria no programa Mais Médicos. Segundo a legislação, o direito compete somente a brasileiros formados no exterior.

O médico alegou à Justiça que é formado na Universidade de Havana, e que exerceu a profissão no Mais Médicos entre março de 2014 e maio de 2017. Após o fim do contrato, ele decidiu não cumprir com a obrigação de voltar a Cuba e pediu refúgio ao Brasil.

Na condição de refugiado, segundo a defesa do médico, ele teria os mesmos direitos de qualquer outro brasileiro formado no exterior. No entanto, ao se inscrever em novo edital do programa, foi negada ao cubano a prioridade na escolha do município onde atuaria.

Ao negar o pedido, a juíza pontua que, "se, de fato, tiver o intento de permanecer no Brasil, inicialmente, ter o status de refugiado reconhecido pelas autoridades brasileiras, e, posteriormente, estar atento ao fato de que, mesmo como refugiado, não usufruirá integralmente da plenitude de todos os direitos gozados pelos nacionais brasileiros, diante da autonomia soberana da República Federativa do Brasil, que avaliza quais os direitos e as suas cargas de intensidade a serem concedidas aos estrangeiros refugiados no País".

Matérias Relacionadas

Schroeder

Três novos casos de Covid-19 são confirmados em Schroeder

O município já registra oito casos confirmados, destes apenas um recuperado
Jaraguá do Sul

Uso do Parque Via Verde fica restrito para atividades físicas

Placas proibindo a permanência na Via Verde já estão sendo colocadas. A fiscalização ficará por conta da Polícia Militar
Uso do Parque Via Verde fica restrito para atividades físicas
Saúde

WEG comunica o fornecimento de ventiladores pulmonares para o Sistema Único de Saúde (SUS)

Para atender o momento crítico da pandemia, Companhia vai entregar os primeiros equipamentos ainda esta semana
WEG comunica o fornecimento de ventiladores pulmonares  para o Sistema Único de Saúde (SUS)
Economia

Governo defende reformas após a pandemia para recuperar o PIB

Ministério da Economia também pede manutenção do teto de gastos
Governo defende reformas após a pandemia para recuperar o PIB
Ver mais de Geral