Monitoramento

Jaraguá do Sul terá monitoramento remoto de chuvas

19 Jul 2011 - 14h41

Jaraguá do Sul mais uma vez será referência em estudos para a prevenção de desastres naturais, graças a um convênio firmado entre o Centro Universitário - Católica de Santa Catarina e a Secretaria de Defesa Civil do município. Na manhã de hoje (19) a reitora Pedra Santana Alves e a prefeita Cecília Konell consolidaram a parceria durante a solenidade de assinatura do convênio, que aconteceu na sala de reuniões da Prefeitura.


A parceria prevê por parte da administração municipal a aquisição de 29 sensores para monitoramento das chuvas e seus efeitos, que possibilitarão medições precisas e emissões de alertas em casos de alagamentos, deslizamentos de encostas e outras ações. Os equipamentos serão importados da Universidade de Zaragoza, na Espanha. Cerca de R$ 50 mil serão investidos no projeto.

Professores e acadêmicos da Católica ficarão responsáveis pela configuração, instalação e monitoramento dos aparelhos. De acordo com o coordenador do curso de Sistemas de Informação, professor Maurício Henning, um dos responsáveis pelo projeto, trata-se de iniciativa pioneira no Estado, com previsão de desenvolvimento de equipamentos semelhantes dentro de sala de aula, envolvendo alunos e docentes.

A expectativa é de que o projeto seja colocado em prática a médio prazo. "Já estamos desenvolvendo um projeto de monitoramento de rios como projeto de bolsa de estudos com quatro acadêmicos da instituição. Dessa forma estimulamos o incentivo de tecnologia local", afirma o professor.

Ainda segundo o docente, a administração municipal já demonstrou interesse em desenvolver também em parceria com a instituição de ensino projeto de sensores destinados a utilização agrícola.

Como funcionará

Serão 11 sensores que irão medir o volume das chuvas, mais 11 réguas para níveis dos rios, e sensores para medir a umidade do solo, que serão utilizados em morros e encostas de Jaraguá. Os aparelhos são pequenos e possuem tecnologia de rede sem fio, sendo um sistema inteligente. Todas as informações coletadas serão enviadas para um banco de dados em computadores que ficarão na Católica de Santa Catarina e na Defesa Civil da cidade.


Para o geólogo Normando Zitta, da Defesa Civil de Jaraguá, o principal objetivo é saber exatamente quando uma área deve ser evacuada e evitar possíveis tragédias, com maiores chances de redução dos danos materiais. "Já detectamos quais os pontos em que deverão receber os sensores de acordo com a geografia e os problemas apresentados. Juntos, esses locais formarão uma malha de informações", finaliza.

A Defesa Civil de Jaraguá espera que os aparelhos estejam instalados e funcionando até dezembro deste ano, período de previsão de mais intensidade de chuvas na região.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Advogada explica sobre atendimento nas agências do INSS

Especialista comentou sobre as formas de contato com o Instituto Nacional do Seguro Social, por exemplo, central telefônica 135 e o canal Meu INSS, através da internet
Advogada explica sobre atendimento nas agências do INSS
Geral

Proteção Social Básica de Jaraguá do Sul apoia campanha "Faça Bonito"

Esta terça-feira (18), é o dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Geral

Homem do campo garante direitos e benefícios ao emitir Nota Fiscal

Documento é obrigatório na circulação de bens e materiais relacionados com as atividades, mercadorias e produtos de uma propriedade rural
Homem do campo garante direitos e benefícios ao emitir Nota Fiscal
Geral

Setor produtivo e parlamentares terão audiência com ministro da Infraestrutura

Em reunião semipresencial, nesta segunda-feira (17) representantes do COFEM e parlamentares debateram uma agenda conjunta de prioridades
Ver mais de Geral