Imobiliária Coralli
Geral

IPI: Dilma prorroga IPI reduzido até dezembro

25 Out 2012 - 12h37

O governo federal vai prorrogar o IPI reduzido, que terminaria no dia 31 deste mês, até 31 de dezembro. Dessa forma, foi atendida reivindicação das fabricantes, que aguardavam a extensão do benefício para não terem queda brusca nas vendas nos últimos dois meses do ano. Estima-se que o incentivo, em vigor desde o fim de maio, gerou redução dos preços dos carros em cerca de 10%.


A decisão, anunciada ontem pela presidente Dilma Rousseff, em discurso de abertura do Salão Internacional do Automóvel, em São Paulo, foi saudada pelo presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Cledorvino Belini. Ele disse que a prorrogação permitirá ao setor fechar o ano com crescimento de 5% das vendas no mercado interno - em torno de 3,8 milhões de unidades comercializadas (de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus).

Ainda segundo Belini, no período anterior à adoção das medidas de estímulo às vendas de carros (entre elas o IPI reduzido), ou seja, de janeiro até o fim de maio, a média diária de vendas era de cerca de 12 mil veículos, média esta que cresceu para 16,3 mil unidades no segundo semestre com a redução do IPI. Até ontem, as vendas acumuladas no ano totalizam 3,22 milhões de veículos, com crescimento de 5% sobre o mesmo período de 2011, apontou a entidade.

O adiamento do fim do incentivo evitará que o mercado pare no fim do ano, concorda o presidente do Sincodiv-SP (Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Estado de São Paulo), Octávio Vallejo. "Prevaleceu o bom-senso", avaliou.


RENÚNCIA - Para o ministro da Fazenda, Guido Mantega, se a desoneração fosse suspensa no fim deste mês, provavelmente as empresas aumentariam os preços dos carros, repassando a elevação do imposto para o consumidor final. "Não queremos ver uma subida de preços neste fim de ano", disse ontem. Além de estimular a venda de automóveis e contribuir para a expansão da atividade econômica, a decisão tem como foco o controle da inflação. "Sempre que pudermos contribuir para baixar a inflação, estaremos contribuindo", afirmou.

Mantega observou que a renúncia de arrecadação do IPI com a extensão da medida para novembro e dezembro foi calculada em R$ 800 milhões. Apesar disso, ele ressaltou que não está preocupado com o impacto para os cofres públicos porque, com o aumento.

Matérias Relacionadas

Segurança

PM cumpre mandado contra homem acusado por tentativa de homicídio

O acusado que foi levado para o Presídio Regional, acabou sendo capturado na Rua Prefeito José Bauer, bairro Rau em Jaraguá do Sul
PM cumpre mandado contra homem acusado por tentativa de homicídio
Jaraguá do Sul

Seguem em ritmo acelerado as obras de pavimentação na João Januário Ayroso

A via, com 5680 metros de extensão, é também muito utilizada por quem quer visitar o Parque Malwee, um dos pontos turítisticos do Município
Seguem em ritmo acelerado as obras de pavimentação na João Januário Ayroso
Saúde

Governo do Estado de SC distribui medicamentos para intubação a hospitais de todas regiões

O material recebido do Ministério da Saúde irá garantir o atendimento nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs)
Governo do Estado de SC distribui medicamentos para intubação a hospitais de todas regiões
Geral

IPVA 2020: parcelamento em três vezes sem juros termina no dia 10 de agosto

Em Santa Catarina, o tributo varia entre 1% e 2% do valor venal do veículo
IPVA 2020: parcelamento em três vezes sem juros termina no dia 10 de agosto
Ver mais de Geral