Geral

INVESTIMENTOS: Governo do Estado lança Pacto pela Saúde

18 Set 2012 - 20h19

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira lançaram, nesta terça-feira, 18, o Pacto pela Saúde. Com o programa, serão criados 985 leitos hospitalares, outros 177 leitos em Unidade de Tratamento Intensivo - UTIs e 57 salas de cirurgias. Estão previstos investimentos de R$ 500,5 milhões na construção, ampliação e reformas de hospitais, na aquisição de equipamentos e na construção e readequação de 21 policlínicas. Na prática, o investimento representará mais 35 mil internações, 90 mil cirurgias e 120 mil consultas por ano para a população catarinense.


Para o governador Raimundo Colombo, o Pacto fortalece as unidades regionais para que os hospitais, policlínicas e pronto-atendimentos tenham todas as condições técnicas, pessoal capacitado e equipamentos para fazer diagnósticos e os tratamentos de saúde. "Nosso compromisso com a saúde é para que ninguém precise se deslocar mais de 100 quilômetros para ser atendido. Vamos melhorar todo o atendimento, aumentar nossa eficiência e proteger as pessoas na hora que mais precisam."

Todas as ações propostas serão financiadas com recursos do Governo do Estado e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O programa específico para a saúde faz parte do Pacto por Santa Catarina, que prevê a aplicação de R$ 5 bilhões em setores básicos de atendimento à população como infraestrutura, segurança pública, educação, entre outros.

O Pacto pela Saúde é uma ação de reestruturação do setor que traz novos conceitos de gestão e de organização do sistema de saúde no Estado. O programa vai atacar duas frentes. A primeira será a construção, ampliação e reforma dos hospitais regionais e serviços de alta resolutividade com a construção de 10 policlínicas, com 2,5 mil metros quadrados cada, e a reforma de outras 11 unidades. "Após a conclusão desse pacote de ações, Santa Catarina vai apresentar à população o melhor sistema de saúde de país", disse o vice-governador Eduardo Pinho Moreira.


A expectativa do coordenador do Pacto por Santa Catarina, Murilo Flores, é de que as obras estejam concluídas em um período que pode variar de um ano e meio a até três anos, dependendo do projeto. "O importante é que não construiremos um prédio, mas uma estrutura completa com equipamentos e pessoas capacitadas para atender a população. Temos os projetos, os recursos e a determinação para fazer", disse Murilo Flores.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Casa São José realiza pedágio virtual

Casa de apoio a pacientes e familiares completa 4 anos de atividades em abril
Casa São José realiza pedágio virtual
Educação

Educação alerta sobre a responsabilidade das famílias nas tarefas escolares

Essa tem sido uma bandeira levantada pela Secretaria de Educação de Jaraguá para que o sistema híbrido de ensino (uma semana presencial e uma semana digital) tenha sucesso
Educação alerta sobre a responsabilidade das famílias nas tarefas escolares
Geral

Moradores de Guaramirim ficarão sem fornecimento de água na terça-feira

Os trabalhos consistem no desligamento do transformador da ETA para fazer a troca da fiação de saída do transformador que alimenta toda a estação
Moradores de Guaramirim ficarão sem fornecimento de água na terça-feira
Geral

Média histórica do Auxílio-Cidadão de Jaraguá apresenta nova elevação em março

Desde o início da pandemia, o número de benefícios mensais concedidos se mantém acima da média de três mil. Em 2021, o valor investido é de quase R$ 1,4 milhão
Média histórica do Auxílio-Cidadão de Jaraguá apresenta nova elevação em março
Ver mais de Geral