Imobiliária Coralli
Geral

Helicópteros e lancha blindada da Marinha fiscalizam áreas de fronteira na operação “Ágata 5"

09 Ago 2012 - 20h39

A atuação da Marinha do Brasil na Operação "Ágata 5" vai além da Inspeção Naval nos rios e lagos da região. A bordo de helicópteros UH-12 "Esquilo", os militares apoiam as ações de fiscalização de embarcações pelas lanchas da Capitania Fluvial do Rio Paraná e, também, as tropas de Fuzileiros Navais, do Exército e dos órgãos de segurança pública envolvidos na Operação. Entre os meios utilizados está uma Lancha de Ação Rápida (LAR) com características especiais, dentre elas, blindagem balística. A blindagem da embarcação oferece proteção aos militares e um maior poder dissuasório em ações de combate ao tráfego de drogas, contrabando, descaminho e outros ilícitos transfronteiriços. Já o "Esquilo", por exemplo, é utilizado para emprego em patrulhamento, missões de socorro, salvamento e evacuação aeromédica.
São 3,8 mil km de área a ser percorrida pelas aeronaves nas regiões de fronteiras dos Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. Só na cidade de Foz do Iguaçu (PR) são cerca de 200 km de fronteira hídrica a ser fiscalizada pelos helicópteros e lanchas. Toda a Operação integra um efetivo de 10 mil homens das Forças Armadas e demais agências governamentais. A Operação "Ágata 5" tem por objetivos reduzir a criminalidade e aumentar a segurança do povo brasileiro, combatendo o narcotráfico, contrabando de armas e munições, crimes ambientais, roubos de veículos, descaminho, evasão de divisas, entre outros delitos fronteiriços.

Matérias Relacionadas

Geral

Em plenária, CDL Jaraguá do Sul divulga campanhas e esclarece sobre lançamento do PIX

A conversa está disponível no canal da CDL no YouTube para acesso de qualquer usuário
Em plenária, CDL Jaraguá do Sul divulga campanhas e esclarece sobre lançamento do PIX
Geral

Auxilio emergencial para trabalhadores da Cultura deve ser solicitado diretamente à Fundação Catarinense de Cultura

Auxilio emergencial para trabalhadores da Cultura deve ser solicitado diretamente à Fundação Catarinense de Cultura
Economia

Impactos negativos da covid-19 nas empresas diminuíram em agosto

Empresas de todos os portes relataram a melhora na percepção, diz IBGE
Impactos negativos da covid-19 nas empresas diminuíram em agosto
Educação

Após concluir avaliação semestral, Educação estima apoio pedagógico para 26% dos alunos da rede

Em decorrência da adaptação ao regime especial de atividades não presenciais, por conta da pandemia do coronavírus, neste ano os alunos foram avaliados por semestre, em vez da avaliação trimestral
Após concluir avaliação semestral, Educação estima apoio pedagógico para 26% dos alunos da rede
Ver mais de Geral