Geral

Hacker violou mensagens de Dilma na campanha de 2010

30 Jun 2011 - 11h30

Um hacker invadiu o correio eletrônico pessoal da presidente Dilma Rousseff e copiou e-mails que ela recebeu durante sua vitoriosa campanha à Presidência da República, no ano passado, revela reportagem de Matheus Leitão e Rubens Valente na edição desta quinta-feira (30) da Folha .


O rapaz tentou vender os arquivos a políticos de dois partidos de oposição, o DEM e o PSDB, mas disse que não teve sucesso.

A Folha encontrou-se com o hacker na segunda-feira (27), num shopping de Taguatinga (DF), a 20 km de Brasília. Ele não quis se identificar. Disse que se chama "Douglas", está desempregado, mora na cidade e tem 21 anos.

Na semana passada, uma onda de ataques de hackers teve como alvo sites de órgãos do governo federal. Segundo balanço divulgado pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) na terça-feira (28), vinte portais do governo e 200 sites municipais, principalmente de prefeituras, foram atacados.

O mais crítico, segundo afirmou o diretor-presidente da empresa, Marcos Mazoni, foi o ataque ao site da Presidência da República, ocorrido na madrugada de quarta-feira (22).


No dia seguinte ao ataque, o grupo de hackers LulzSecBrazil, responsável pela maioria das ações, postou em sua conta no Twitter um link para um arquivo com supostos dados pessoais de Dilma, como números do CPF e do PIS, data de nascimento, telefones e signos.

"Douglas" afirma que não integra o grupo que realizou estes ataques.

Fonte: Folha SP

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira
Política

Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim

Deputado repercutiu assuntos tratados com secretário de Agricultura no norte catarinense e necessidade de reforço nas barreiras fitossanitárias
Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim
Geral

Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo

Os usuários que estacionarem na Zona Azul da cidade e não efetuarem o pagamento, continuarão a receber o Aviso de Cobrança de Tarifa, mas somente poderão efetuar a quitação no prazo de até 10 minutos a partir do horário de emissão do aviso
Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo
Saúde

Havan ajuda na compra de dois respiradores

Um deles foi doado para o Samu de Joinville e o outro para Barra Velha. Ambos vão atender os pacientes do município quando precisam ser transportados com urgência para hospitais da região
Ver mais de Geral