Geral

Grávidas serão vacinadas contra coqueluche a partir do segundo semestre deste ano

19 Fev 2013 - 16h52

Mulheres grávidas vão passar a receber a vacina contra a coqueluche a partir do segundo semestre deste ano. A inclusão da DTPa (vacina tríplice acelular que protege contra difteria, tétano e coqueluche) ao calendário de imunização da gestante quer garantir que o bebê já nasça com alguma proteção contra a doença, evitando que a infecção ocorra antes dos 6 meses de idade.


Por meio de nota, o Ministério da Saúde explicou que negocia com dois produtores internacionais a aquisição das doses, com a possibilidade de transferência de tecnologia. Outra estratégia do governo é alertar os profissionais de saúde para que o diagnóstico da coqueluche seja feito de maneira precoce e que o tratamento adequado com antibióticos seja prescrito.

Ainda segundo a pasta, países europeus e os Estados Unidos têm registrado aumento de casos da doença desde 2010 - sobretudo entre crianças menores de 6 meses, que ainda não estão protegidas por completo pela vacina pentavalente.

"Outro ponto a ser considerado é que nem a vacinação nem a infecção conferem imunidade a longo prazo. Infecções em adultos podem acontecer. Por isso, a vacinação da gestante pode também evitar que ela seja a fonte de infecção para o seu filho, no período de vida em que ele ainda não esteja devidamente imunizado", informou o ministério.

Dados do governo federal indicam que, em 2011, foram registrados 2.258 casos de coqueluche no Brasil. Desse total, 70% foram em menores de 1 ano. Em 2012, o número passou para 4.453 casos (aumento de 97%), sendo que 85% dos registros foram em menores de 6 meses.


Em 2011, 97,8% das crianças foram imunizadas contra a doença. Em 2012, a cobertura vacinal chegou a 88,78% (dados preliminares até novembro). A letalidade pela doença é baixa (2%). Em 2011, foram 56 óbitos. No ano seguinte, 74 mortes foram registradas.

AGÊNCIA BRASIL

Matérias Relacionadas

Geral

Lançado edital para compra de uniformes para a rede municipal de Jaraguá

O investimento está previsto em cerca de R$ 2,5 milhões
Jaraguá do Sul

Livro que conta a história dos negros de Jaraguá do Sul será lançado neste mês

A publicação reúne informações sobre os costumes, a cultura e a contribuição dada por esta parcela da população
Livro que conta a história dos negros de Jaraguá do Sul será lançado neste mês
Geral

Rede Feminina de Jaraguá apresenta os números do Outubro Rosa

Neste ano, durante a campanha, o montante arrecadado foi de R$ 148.155,53
Rede Feminina de Jaraguá apresenta os números do Outubro Rosa
Jaraguá do Sul

Definida a data da entrega da reforma do Museu Emílio da Silva

O investimento é da ordem R$ 429.204,53, dos quais, R$ 196.076,04 referentes à mão de obra e R$ 233.128,49 aos materiais
Definida a data da entrega da reforma do Museu Emílio da Silva
Ver mais de Geral