Unimed - Capa
Geral

Governo e servidores da saúde não chegam a acordo

07 Nov 2012 - 18h27

A Assembleia Legislativa, por intermédio da Comissão de Saúde, realizou na manhã desta quarta-feira (7) uma audiência pública para debater as reivindicações dos servidores da Saúde de Santa Catarina. A categoria está em greve desde o dia 23 de outubro.


Os trabalhadores pedem contratação de pessoal, manutenção de materiais e equipamentos, abertura de leitos e gratificação salarial. Outro ponto de discussão foram as horas extras.  Os servidores trabalham cerca de 45 horas semanais, em vez das 30 horas semanais previstas por lei, para ter uma melhoria no salário. O governo garantiu que não haverá qualquer prejuízo por causa da hora plantão até que as negociações sejam encerradas.
O diretor de Imprensa do Sindsaúde, Cláusio Pedro Vitorino, afirma que o governo só acatou uma das medidas parcialmente e que até o momento não houve negociação.


Já o negociador da Secretaria da Fazenda, Décio Vargas, alega que 3 das 4 reivindicações foram atendidas e garante que o estado não possui recursos para a gratificação dos servidores.

 

Matérias Relacionadas

Geral

Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital

Certificação de cópias passa a ser de forma online
Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital
Geral

Equipamentos públicos prestam assistência às mulheres vítimas de violência

Os profissionais dos Creas auxiliam as mulheres vítimas de violações de direitos com encaminhamentos e orientações referentes a serviços de Saúde, Educação, Defensoria Pública, Jurídicos e outros que forem necessários
Equipamentos públicos prestam assistência às mulheres vítimas de violência
Geral

Chuva provoca alagamentos em Guaramirim; Veja fotos

Choveu mais de 124 milímetros na madrugada, causando alagamentos em diversos bairros.
Chuva provoca alagamentos em Guaramirim; Veja fotos
Geral

Caminhão pega fogo na SC 108 em Massaranduba

Ninguém se feriu
Caminhão pega fogo na SC 108 em Massaranduba
Ver mais de Geral