Premix Concreto
Geral

GAECO apura fraude contra ICMS na indústria de vinhos

10 Ago 2012 - 14h25

A Operação "Bacos do Oeste", desenvolvida pelo Grupo de Atuação no Combate ao Crime Organizado (GAECO) de Lages - força-tarefa composta pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Secretaria de Estado da Fazenda e pelas Polícias Civil e Militar -, apreendeu na terça-feira (7/08) documentos que confirmam a suspeita de uso de notas fiscais da empresa de fachada para registrar as vendas da indústria de vinhos.   Os documentos foram recolhidos durante o cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão nos municípios de Fraiburgo e Pinheiro Preto.


A Operação "Bacos do Oeste" investiga, há cinco meses, um esquema de utilização de uma empresa de fachada, na qual são registradas as vendas de uma indústria de vinhos e derivados da região de Videira. Por deixar de recolher ICMS devido nas vendas da indústria, havia a suspeita da criação e utilização dessa empresa de fachada.   A investigação, iniciada pela Promotoria de Justiça da Comarca de Tangará, apurou que foram registradas notas fiscais de supostas aquisições fictícias de produtos incompatíveis com a atividade, fornecidas por empresas com indícios de irregulares no Estado do Paraná. O esquema ilícito pode ter gerado prejuízo aos cofres públicos e à sociedade, que ainda está sendo quantificado, decorrente da falta de pagamento do ICMS e outros tributos incidentes nas vendas efetuadas pela indústria.  

Nas buscas foram encontradas evidências de utilização da empresa de fachada, além de outras que serão apuradas. Ainda foram encontradas armas e munições e uma pessoa foi presa em flagrante. Os equipamentos de informática apreendidos serão encaminhados ao Instituto Geral de Perícias e os demais materiais serão encaminhados para a Secretaria de Estado da Fazenda, que será a responsável pela auditoria fiscal e quantificação dos prejuízos aos cofres públicos. Estima-se inicialmente que mais de R$ 2 milhões tenham sido sonegados com o esquema.   No decorrer desta semana, já foram ouvidas pelo GAECO e pela Promotoria de Justiça de Tangará nove envolvidos no esquema.

Matérias Relacionadas

Geral

Núcleo de Voluntariado da ACIJS lança iniciativa de valorização a ações solidárias na comunidade

A ideia é propagar experiências que fortaleçam propósitos que movem as pessoas individual e coletivamente
Geral

Programa Adote o Verde fecha o ano com 59 espaços adotados

Um novo edital do programa que irá contemplar novos espaços para a comunidade jaraguaense deverá ser aberto ainda no primeiro trimestre de 2021.
Programa Adote o Verde fecha o ano com 59 espaços adotados
Geral

Previsão indica risco de temporais em SC

Essa condição começa do Oeste ao Planalto no decorrer da tarde desta quarta-feira (02), atingindo o Litoral Sul a partir da noite, estendendo-se a todas as regiões na madrugada e manhã de quinta-feira (03). 
Previsão indica risco de temporais em SC
Geral

Livro resgata receitas e histórias da Vó Nica

O lançamento acontece nesta quinta-feira (3). Toda a renda proveniente da venda do livro será revertida à AMA, da qual a autora, Marili Zanotti, é voluntária
Livro resgata receitas e histórias da Vó Nica
Ver mais de Geral