GERAL

Fortes chuvas provocam caos em SP

10 Fev 2020 - 12h12Por Redação

A forte chuva que caiu sobre São Paulo entre a noite deste domingo, 9, e a manhã desta segunda-feira, 10, causou alagamentos e desabamentos, deixou motoristas ilhados e veículos submersos, interditou estações de ônibus, provocou a formação de filas no metrô e fez escolas cancelarem as aulas. O metrô opera normalmente, a linha 8 da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) estava paralisada às 10h45 e o rodízio para carros e caminhões está suspenso. A orientação é para que as pessoas não saiam de casa.

Importantes vias da cidade estão interditadas, como as Marginais Pinheiros e Tietê, em vários trechos, Avenida Braz Leme (zona norte), Avenida Olavo Fontoura (zona norte), Avenida Santos Dumont (região central), Avenida Dr. Gastão Vidigal (zona oeste) e Avenida Dr. Chucri Zaidan (zona oeste).

Bombeiros fazem o resgate de motoristas que estão ilhados, usando botes e também helicópteros. Motoristas que não conseguiram sair a tempo de um caminhão subiram no teto para aguardar socorro. Veículos comuns estão submersos. Há locais em que a água subiu quase 3 metros.

A estação Palmeiras-Barra Funda (zona oeste) está lotada nesta manhã. Os passageiros conseguem chegar de metrô até o local, mas ficam presos na estação porque os ônibus estão parados. Há aglomeração no entorno. Os aeroportos operam normalmente.

Segundo Marcos Palumbo, portal-voz do Corpo de Bombeiros, até a manhã desta segunda, a corporação recebeu mais de 4 mil ligações, que resultaram em 300 ocorrências. Foram registrados ao menos 35 deslizamentos de terra na cidade. Não há informações sobre mortos.

Aulas

As aulas estão mantidas nas redes municipal e estadual de ensino. Já as escolas particulares adotaram medidas diferentes. Parte decidiu manter as portas abertas para receber os alunos que conseguiram chegar, mas há unidades que suspenderam o funcionamento nesta segunda-feira, como o Colégio Santa Cruz, na Vila Leopoldina, que amanheceu coberto pela água. A recomendação é telefonar para a escola para entender se haverá ou não aula, lembrando que a orientação dos bombeiros é para que as pessoas não saiam de casa.

As piscinas da parte social da sede do São Paulo Futebol Clube, no Morumbi, na zona sul, estão cobertas de lama. A direção do clube ainda não se manifestação.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, em fevereiro já choveu 180 mm - o esperado para o mês são 216 mm. A previsão é de que a chuva continue ao longo do dia.

O temporal e os alagamentos mobilizam as redes sociais nesta manhã. Enquanto internautas mostravam os estragos causados pela chuva perto de casa ou no caminho do trabalho, outros comemoravam o fato de não conseguir sair de casa.

Matérias Relacionadas

Geral

Prefeitura confirma entrada em vigor do novo sistema de transporte em Jaraguá

A primeira alteração é no valor das passagens que sofrerá uma redução no valor da compra antecipada, baixando de R$ 4,60 para R$ 3,94
Prefeitura confirma entrada em vigor do novo sistema de transporte em Jaraguá
Política

Jaraguá é destaque nacional no Índice de Gestão Municipal Aquila

Jaraguá é destaque nacional no Índice de Gestão Municipal Aquila
Geral

Guaramirim entrega mais de 1,7 mil mudas na campanha realizada

Ao todo, foram realizados 129 pedidos
Guaramirim entrega mais de 1,7 mil mudas na campanha realizada
Geral

Visitação à Chiesetta Alpina será cobrada

Anúncio foi feito nesta terça-feira (3) em coletiva de imprensa
Visitação à Chiesetta Alpina será cobrada
Ver mais de Geral