Finados

Finados reabre discussão sobre falta de vagas nos cemitérios de Jaraguá do Sul

05 Nov 2012 - 11h13

O dia de finados foi de movimentação intensa nos cemitérios, em homenagem aos familiares e amigos falecidos. No cemitério da Vila Lenzi, onde estão sepultadas cerca de quatro mil pessoas, milhares de pessoas prestaram homenagens.


Aqui, há em média, 2,5 mil nascimentos por ano e morrem em média 85 pessoas todos os meses. Só em setembro desse ano foram 102 óbitos na cidade. De janeiro a junho de 2012, morreram 493 pessoas em Jaraguá do Sul, segundo informações do cartório da cidade. De acordo com o administrador dos cemitérios municipais, Jair Anacleto, no cemitério do centro, o maior de todos, já não tem mais espaço para novas sepulturas.

[jwplayer mediaid="68384"]

Possivelmente a partir deste mês uma empresa colocará em funcionamento o crematório, montado no bairro Nereu Ramos. A expectativa é dobrar e até triplicar o número de cremações de falecidos do município. O local conta com uma câmara de incineração e frigoríficos, capela ecumênica e dependências reservadas ao público e à administração.

(ROGÉRIO TALLINI / SÉRGIO LUIZ)

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

História de superação e amizade

História de superação e amizade
Geral

WEG fornece Sistema de Armazenamento de Energia e Controle de Microrrede para o Centro de Lançamento

Soluções fornecidas para o projeto da Equatorial Energia garantirão segurança no fornecimento de energia durante os lançamentos de foguetes.
Geral

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil
Política

Tragédia no Oeste provoca debate sobre segurança em CMEIs na Câmara de Jaraguá

Vereadores trataram do assunto na sessão de terça-feira (4)
Tragédia no Oeste provoca debate sobre segurança em CMEIs na Câmara de Jaraguá
Ver mais de Geral