Imobiliária Coralli
Cinema nos Museus

Filho de Mazzaropi escolheu filmes para projeto do Cinema nos Museus

20 Nov 2012 - 21h12

Tem sequência nesta quarta-feira (21) a Semana Mazzaropi dentro do projeto Cinema nos Museus de Jaraguá do Sul. O ator Amacio Mazzaropi é uma unanimidade na história da sétima arte brasileira. Com o personagem Jeca Tatu, ele conquistou a admiração do público e jamais foi esquecido. Por isso, a partir de hoje, o projeto Cinema nos Museus abre espaço aos filmes que tanto deixaram saudade.


A Semana Mazzaropi, que segue até o próximo sábado, 24, leva aos três espaços participantes da iniciativa seis longas-metragens estrelados pelo ator. Nesta quarta-feira, tem 'A banda das velhas virgens' e, na quinta-feira, 'Jeca contra o capeta'. Todas as sessões ocorrem às 19h30. A programação é complementada pela apresentação de 'Zé do periquito', no Museu Histórico Emílio da Silva, neste dia 21, às 15h. Por fim, no sábado, a plateia verá 'Betão ronca ferro', no Museu Wolfgang Weege, no mesmo horário. Todas as exibições são gratuitas. A censura é de dez anos, com exceção do filme 'A banda das velhas virgens', com classificação indicativa de 12 anos. Nesta terça-feira, no Programa Alô Comunidade, o filho adotivo de Amacio Mazzaropi, André Luiz Mazzaropi, falou sobre a importância da programação em Jaraguá do Sul. Ele próprio auxiliou os organizadores na escolha dos filmes.

[jwplayer mediaid="67669"] 

Na avaliação do filho de Mazzaropi, o projeto iniciado em Jaraguá do Sul é uma semente para resgatar a magia das exibições de filmes em telas de cinemas.

[jwplayer mediaid="67671"]

André Luiz Mazzaropi contou que o pai adotivo morreu quando ele tinha 26 anos e que teve a satisfação de ter feito mais de 900 shows com Mazzaropi pelo Brasil. André é o caçula dos cinco filhos adotivos tendo sido o que mais trabalhou com o artista, inclusive na produção dos filmes. Ele diz ainda que espera vir a Jaraguá do Sul para o lançamento de um filme sobre a história do pai, que levou 206 milhões de brasileiros às salas de cinemas para ver suas produções. O filme se chama O Filho do Jeca.

(ROGÉRIO TALLINI)

Matérias Relacionadas

Geral

Auxilio emergencial para trabalhadores da Cultura deve ser solicitado diretamente à Fundação Catarinense de Cultura

Auxilio emergencial para trabalhadores da Cultura deve ser solicitado diretamente à Fundação Catarinense de Cultura
Economia

Impactos negativos da covid-19 nas empresas diminuíram em agosto

Empresas de todos os portes relataram a melhora na percepção, diz IBGE
Impactos negativos da covid-19 nas empresas diminuíram em agosto
Educação

Após concluir avaliação semestral, Educação estima apoio pedagógico para 26% dos alunos da rede

Em decorrência da adaptação ao regime especial de atividades não presenciais, por conta da pandemia do coronavírus, neste ano os alunos foram avaliados por semestre, em vez da avaliação trimestral
Após concluir avaliação semestral, Educação estima apoio pedagógico para 26% dos alunos da rede
Saúde

Outubro Rosa chama a atenção para o diagnóstico precoce do câncer de mama

Em Jaraguá do Sul, a Rede Feminina de Combate ao Câncer está à frente da Campanha que neste ano traz o tema “ A vida muda em um toque”
Outubro Rosa chama a atenção para o diagnóstico precoce do câncer de mama
Ver mais de Geral