Fecomércio SC

Fecomércio SC comemora 68 anos nesta quarta-feira

10 Ago 2016 - 12h55

À frente dos setores mais robustos da economia catarinense, a Fecomércio SC completa 68 anos de atuação, nesta quarta-feira (10), reforçando o compromisso de fomentar o comércio, serviços e turismo em Santa Catarina- responsável por 62,4% do PIB e geração de 1,4 milhão de empregos no estado-, com articulação política estratégica, inteligência de mercado, fortalecimento do sindicalismo patronal e desenvolvimento social por meio do SESC e SENAC.


Em meio a um cenário político e econômico adverso, a atuação da Fecomércio SC se fez ainda mais contundente para manter a confiança do empresário e balizar a tomada de decisões nas empresas catarinenses. Depois de uma das maiores recessões desde 1930, um novo panorama começa a se desenhar, conforme aponta Bruno Breithaupt, presidente da Federação pela segunda gestão.

“A economia sempre foi cíclica, mas neste ano o comportamento do mercado refletiu as incertezas políticas. Com a inflação nas alturas, o desemprego subindo e a fragilização do crédito desde 2015, a roda do consumo desacelerou, afetando da indústria ao comércio. Os indicadores começarão a mostrar uma reação do varejo no fim de 2016, com a discreta retomada no poder de compra, respiro nas vendas, menor ritmo de fechamento de vagas e a queda na inadimplência”, pontua o empresário".

Balizadores do setor

O lançamento de duas importantes ferramentas para os empresários marcaram o primeiro semestre de 2016: o Caderno do Comércio  e a 4ª edição da Agenda Política e Legislativa. O caderno é uma publicação pioneira que traz um raio-X do mercado, com o perfil socioeconômico das cidades, indicadores e informações sobre gestão de negócios. Já a Agenda Política e Legislativa, lançada na Alesc em maio, sistematiza projetos de lei e temas essenciais para impulsionar a economia do país e apresenta a atuação da entidade com o poder legislativo.

Entre os projetos de lei apresentados na Agenda, destaque para dois que dialogam de forma propositiva com os anseios dos empresários catarinenses: os PLs 541/2015 e 574/2015, que dispõem sobre o marco regulatório das Parcerias Público Privadas (PPP's) em SC e o fundo para as PPP's, de autoria do Governo do Estado.

“Estes projetos vêm sendo debatidos pela Fecomércio SC com os parlamentares no sentido de aprovação da matéria, que permitirá ao Estado avançar em um modelo mais moderno de parceria entre o poder público e a iniciativa privada, ressignificando o papel de ambos na construção de um Estado cada vez mais competitivo, produtivo e menos desigual”, diz Breithaupt.

Informação para competitividade


Uma série de missões internacionais também fez parte do roteiro da diretoria da Fecomércio SC no último ano, promovendo imersões em culturas que são referências globais e oportunizando a abertura de novos mercados.


A primeira viagem do ano- a Missão NY- levou uma comitiva de empresários catarinenses a NRF Retail´s Big Show 2016, além de um tour na meca do consumo, em NY. Em maio foi a vez de vivenciar o ecossistema inovador na Missão Vale do Silício e conhecer os principais players de tecnologia da região.

Em junho, a diretoria foi ao continente asiático para participar de rodadas de negócios com exportadores na Missão Taiwan, em uma parceria com a Taiwan Trade Center no Brasil (Taitra), no qual foi assinado um acordo de cooperação para promover movimentações bilaterais entre Taipei e Santa Catarina. De lá, parte da comitiva seguiu rumo a Coreia do Sul, onde a agenda foi voltada à educação, uma das principais bandeiras do Sistema Fecomércio Sesc|Senac, para ver in loco como funciona o sistema educacional reconhecido internacionalmente pela qualidade de ensino e por dar uma guinada na competitividade do país..

Outro eixo imprescindível para tornar o mercado mais eficiente e produtivo ganhou investimentos no último ano: o setor de pesquisas. Nos últimos doze meses, a Federação entregou ao mercado 60 pesquisas que mapeiam o comportamento de consumo do catarinense, disponibilizando dados relevantes que podem apontar os rumos do setor: as econômicas (endividamento e inadimplência, Intenção de Consumo das Famílias e Índice de Confiança do Empresário), datas comemorativas (intenção de compras, resultado de vendas e avaliação do consumidor), turismo (verão, carnaval, festa do pinhão, Festival de Dança e Oktoberfest) e consumo (e-commerce, pirataria e mercado de luxo).

Olho no futuro

Os próximos meses serão de atuação intensa para a Federação, com o olhar voltado aos principais eventos deste ano, como as eleições municipais em outubro.

O pleito municipal será o primeiro após as investigações, prisões e conduções coercitivas executadas pela força-tarefa da Lava-Jato. “Essas eleições serão um verdadeiro teste de como anda a consciência do brasileiro. As entidades empresariais têm um papel fundamental de contribuição neste processo político. Por essa razão, a Federação estruturou um modelo de acompanhamento legislativo para os municípios, contribuindo cada vez mais com os sindicatos de sua base no monitoramento e a atuação política local”, afirma Breithaupt.

Outro projeto que ganhará força é o Observatório do Comércio, com objetivo de transformá-lo em um grande laboratório para nortear as políticas públicas estaduais, fornecendo informações estratégicas aos empresários e sociedade.

Até o fim do ano, três pesquisas estratégicas serão divulgada no mercado, entre elas: a Pesquisa do Mercado Imobiliário (PMI), Inverno e a Avaliação da População sobre o Serviço Público, construída para subsidiar os sindicatos na formulação de pleitos aos candidatos às prefeituras de sete cidades e na formulação de políticas públicas locais.

Matérias Relacionadas

Geral

Junho registra mais de 653 mil pedidos de seguro-desemprego

Resultado representa queda de 32% na comparação com maio
Junho registra mais de 653 mil pedidos de seguro-desemprego
Geral

Cientistas criam filtro de ar capaz de destruir Covid em 99%

O filtro, criado por pesquisadores da Universidade de Houston, nos Estados Unidos, é um tecido feito da espuma de níquel aquecida a 200°C por eletricidade
Cientistas criam filtro de ar capaz de destruir Covid em 99%
Jaraguá do Sul

APAE completa 47 anos em Jaraguá do Sul com o desafio de continuar sendo referência

Por causa do isolamento social a comemoração desse momento importante, será apenas através de postagens nas redes sociais pela internet e em grupos de aplicativos com familiares e usuários
APAE completa 47 anos em Jaraguá do Sul com o desafio de continuar sendo referência
Geral

Receita alerta para retorno de obrigações adiadas na pandemia

Receita alerta para retorno de obrigações adiadas na pandemia
Ver mais de Geral