Geral

Família de Corupá faz campanha para tratamento de criança na Tailândia

Bryan mora com os pais e a irmã em Corupá. Aos dez meses foi diagnosticado com paralisia cerebral

18 Ago 2020 - 11h23Por Janici Demetrio
Família de Corupá faz campanha para tratamento de criança na Tailândia - Crédito: Arquivo pessoal/Facebook Crédito: Arquivo pessoal/Facebook

A família do pequeno Bryan Dominick Berlato, de 2 anos e 4 meses, lançou uma campanha para ajudar a pagar o tratamento do menino, diagnosticado com paralisia cerebral, tipo tetraplegia espástica. Bryan mora com os pais e a irmã em Corupá. Aos dez meses foi diagnosticado com a doença, que segundo os médicos, foi provada por um descolamento de placenta durante a gestação, que inclusive, provocou o seu nascimento prematuro. Conforme a mãe, Giovana Anders Berlato, a doença afetou, principalmente a coordenação motora do Bryan. A mãe conta, que ele não anda e não tem firmeza na mão direito, lado mais atingido pela doença. Desde o diagnóstico, Bryan faz fisioterapia e outros procedimentos, que auxiliam no seu desenvolvimento, porém sem grandes alterações.

No entanto, a família descobriu um tratamento com células tronco, que é desenvolvido na Tailândia e que pode fazer a diferença na vida do menino. Este é o mesmo procedimento que a moradora de Guaramirim, Juliana Amábile da Silva Rosa, que sofre de Distrofia Muscular de Cinturas 2B, fez no ano passado. O custo do tratamento é de R$ 270 mil, valor que a família não tem como pagar. Por conta disso, a mãe, Giovana Anders Berlato, conta que uma campanha foi iniciada para arrecadar o valor.

 

Rádio Jaraguá · JORNALISMO - 18 - 08 - GIOVANA BERLATO 1

A campanha ocorre através de uma “vakinha online", venda de camisetas e ainda uma feijoada está sendo organizada para setembro. 

Rádio Jaraguá · JORNALISMO - 18 - 08 - GIOVANA BERLATO 2

Conforme os médicos, o ideal é que Bryan inicie o tratamento até os 3 anos, idade que vai atingir em abril.

Rádio Jaraguá · JORNALISMO - 18 - 08 - GIOVANA BERLATO 3

Em junho do ano passado, Juliana Amábile da Silva Rosa, ficou 18 dias na Tailândia onde foi submetida a um tratamento com células tronco, ela conta sobre a importância do procedimento, para ela.

Rádio Jaraguá · JORNALISMO - 18 - 08 - JULIANA AMÁBILE 1

Juliana ficou conhecida em toda a região, após lançar uma campanha para arrecadar dinheiro para o tratamento. Em oito meses, com a venda de camisetas, rifas e eventos ela conseguiu arrecadar R$ 152 mil. 

Mais informações sobre o Bryan, podem ser acessar nas páginas "Ajude Bryan" no Facebook e Instagram. Inclusive, nas páginas você encontra o link para participar da Vakinha Online.

O telefone de contato da família é 47 99251-8239 / 3375-2764. 

Matérias Relacionadas

Geral

Criminosos usam grupos de WhatsApp da Rádio Jaraguá para aplicar golpe

A Rádio Jaraguá reforça que não solicita código de acesso para entrar nos grupos, nem confirmação de e-mail, nem SMS ou algo do tipo.
Criminosos usam grupos de WhatsApp da Rádio Jaraguá para aplicar golpe
Geral

Fujama faz soltura de gato-maracajá resgatado em Schroeder

O animal foi resgatado depois de ter entrado num galinheiro de uma propriedade no Bairro Schroeder I e matado cinco galinhas.
Fujama faz soltura de gato-maracajá resgatado em Schroeder
Geral

Presidente do Instituto explica sobre cobrança na Chiesetta Alpina

Local está aberto para visitação de terça a domingo, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h.
Presidente do Instituto explica sobre cobrança na Chiesetta Alpina
Geral

Prefeitura confirma entrada em vigor do novo sistema de transporte em Jaraguá

A primeira alteração é no valor das passagens que sofrerá uma redução no valor da compra antecipada, baixando de R$ 4,60 para R$ 3,94
Prefeitura confirma entrada em vigor do novo sistema de transporte em Jaraguá
Ver mais de Geral