Geral

FAB moderniza aviões para aumentar segurança na Copa do Mundo

21 Jan 2013 - 18h55

A Força Aérea Brasileira (FAB) irá modernizar cinco aeronaves modelo E-99, que têm um radar na parte superior para detectar, rastrear e identificar alvos aéreos e transmitir essas informações para centros de controle. De acordo com a FAB, a tecnologia estará disponível durante a Copa do Mundo de 2014.


Serão atualizados os sistemas de comando e controle, do radar de vigilância aérea, e dos equipamentos de guerra eletrônica, incluindo as ferramentas para proteger a aeronave de interferências provocadas por inimigos. Foram compradas seis estações de planejamento e análise de missão, para treinamento e aperfeiçoamento das tripulações. O contrato para a modernização, firmado entre a FAB e a Embraer Defesa e Segurança, chega a R$ 430 milhões.

Os aviões são capazes de realizar missões de gerenciamento do espaço aéreo, posicionamento de caças e controle de interceptação, inteligência eletrônica e vigilância de fronteiras. Eles entraram em operação em 2002, como parte das aquisições voltadas para o controle e defesa da região Amazônica.

AGÊNCIA BRASIL

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

[AO VIVO] Governo atualiza dados sobre coronavírus em SC

Coletiva sobre o panorama do novo coronavírus em Santa Catarina, com atualização do número de casos e as ações de enfrentamento à pandemia
[AO VIVO] Governo atualiza dados sobre coronavírus em SC
Saúde

Médico dá dicas e responde a dúvidas sobre o novo coronavírus Covid-19

O médico infectologista, Willy Mamoru Hiraga, responde a questionamentos que a comunidade tem feito de como se prevenir do risco de contágio
Médico dá dicas e responde a dúvidas sobre o novo coronavírus Covid-19
Coronavírus

[AO VIVO] Número de casos de covid-19 no Brasil chega a 6.836 e mortes somam 240

Governo atualiza dados sobre avanço da pandemia no país
[AO VIVO] Número de casos de covid-19 no Brasil chega a 6.836 e mortes somam 240
Corupá

Águas de Corupá reforça pedido para evitar desperdício de água no Município

Consumo aumentou 18% durante o período de isolamento social
Ver mais de Geral