Geral

Exame em tripulante de navio morta revela vírus influenza B, diz hospital

20 Fev 2012 - 20h05

O Hospital Ana Costa, em Santos, informou na tarde desta segunda-feira (20) que o resultado preliminar do exame da secreção respiratória realizado na garçonete Fabiana dos Santos Pasquarelli, tripulante do navio MSC Armonia, morta na sexta-feira (17), teve como isolado o vírus influenza B. Nesta segunda-feira tiveram alta os últimos quatro dos dez pacientes internados no mesmo hospital desde sábado com problemas respiratórios.

"Trata-se de um vírus de menor impacto para causar pandemias e, portanto, gostaríamos de salientar que a população deva sentir-se tranquila, pois o risco de contágio por este vírus fica circunscrito a um espaço físico restrito. À exceção de Fabiana, cuja causa do óbito será elucidada em um exame necrológico ainda em elaboração, todos os demais pacientes atendidos tiveram uma evolução favorável", informou a equipe médica do hospital.

A assessoria do hospital aguardará resultado dos exames realizados pelo Instituto Adolfo Lutz para saber a causa da morte da funcionária e dos sintomas dos passageiros.  O hospital pediu ao Instituto Adolfo Lutz exames que podem confirmar que doença atingiu os internados e a tripulante que morreu.


Veja a íntegra da nota
"Considerando a grande repercussão e preocupação desencadeada pelo surto de doença respiratória aguda envolvendo passageiros e tripulantes do navio de cruzeiro, atendidos no Hospital Ana Costa de Santos, comunicamos que o resultado preliminar do exame da secreção respiratória realizado na paciente Fabiana dos Santos Pasquarelli, que faleceu, teve como isolado o vírus influenza B. Trata-se de um vírus de menor impacto para causar pandemias e, portanto, gostaríamos de salientar que a população deva sentir-se tranquila, pois o risco de contágio por este vírus fica circunscrito a um espaço físico restrito. À exceção de Fabiana, cuja causa do óbito será elucidada em um exame necrológico ainda em elaboração, todos os demais pacientes atendidos tiveram uma evolução favorável.

Agradecemos o empenho de todos os técnicos envolvidos na diagnose, contenção e terapia dos casos e agradecemos, em especial, ao empenho da equipe do Ministério da Saúde que, por meio da assessoria direta do Ministro Alexandre Padilha, atuou de forma decisiva para que o processo de diagnose fosse acelerado.

Salientamos que os laudos definitivos e todas as demais medidas cabíveis em uma situação como essa serão conduzidas pelas autoridades sanitárias e pelo Ministério da Saúde e que o Hospital Ana Costa permanece atendo e à disposição para atendimento de seus clientes e outros esclarecimentos que se façam necessários.

Dr. José Luiz Boechat Paione
Diretor Técnico do Hospital Ana Costa

Dr. Evaldo Stanislau Affonso de Araújo
Chefe do Serviço de Infectologia
e do CCIH do Hospital Ana Costa
"


Vistoria
Técnicos da Anvisa entraram no MSC Armonia logo após o navio atracar no Porto de Santos, por volta das 5h da manhã de sábado. Os passageiros só foram liberados para o desembarque por volta das 11h. A MSC ressaltou ao G1 que foi um procedimento de rotina e que a embarcação foi liberada em seguida (leia mais abaixo).

Outro lado
A assessoria de imprensa da MSC informou que, no momento do desembarque no sábado, devido à presença da imprensa, havia muitos boatos sobre a causa da morte de Fabiana, o que deixou os passageiros preocupados. A empresa ressalta que a atuação da Anvisa na embarcação foi de rotina para situações em que há sintomas de gripe ou de qualquer doença.

A empresa informou que não havia motivo para preocupação porque toda os passageiros a bordo do cruzeiro não tiveram contato com a tripulante que morreu. Segundo a MSC, a Anvisa, após vistoria, liberou sem problemas a embarcação e um novo cruzeiro, com outros 2 mil passageiros, partiu para Argentina no mesmo dia sem nenhum problema.

A MSC também diz ter prestado "total apoio" aos tripulantes que desembarcaram com sintomas de gripe ou pneumonia na quarta-feira e no sábado e negou descaso com a tripulação sobre caso. "Eles receberam total apoio da empresa, são funcionários, e estamos dentro de todos os protocolos de segurança internacional para cruzeiros. Acompanhamos a tripulação no atendimento", disse a assessoria.

Desde sábado (18), o G1 tenta contato com a Anvisa, mas não conseguiu até a atualização desta reportagem.

Veja a íntegra da nota da MSC sobre a morte:
"A tripulante Fabiana dos Santos foi internada na última quarta feita com tosse e febre, com diagnóstico inicial de pneumonia. O quadro se agravou e a tripulante veio a falecer na última madrugada.  A MSC Cruzeiros lamenta o ocorrido e está prestando toda a assistência aos familiares e amigos. A empresa está acompanhando o trabalho das autoridades e aguarda os laudos definitivos. A companhia reforça ainda que a Anvisa inspecionou o navio e o desembarque está ocorrendo normalmente. Assim que terminar esse procedimento, será iniciado o embarque para o próximo cruzeiro."

GLOBO.COM

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Concluídas pavimentações em mais duas ruas de Jaraguá

Mais de 30 obras estão em andamento neste momento no município, com investimento de mais de R$ 30 milhões.
Concluídas pavimentações em mais duas ruas de Jaraguá
Economia

Emissão de alvarás de construção em Jaraguá cresce quase 70% em 2021

Nos três primeiros meses deste ano, a Prefeitura emitiu 366 alvarás de construção. Contra 218 no mesmo período do ano passado
Emissão de alvarás de construção em Jaraguá cresce quase 70% em 2021
Geral

Prefeitura firma parceria para repasse de recursos para a Apae de Guaramirim

Valor repassado será de R$ 730 mil 
Prefeitura firma parceria para repasse de recursos para a Apae de Guaramirim
Geral

Cinco hábitos essenciais para manter o seu imóvel seguro

Aprenda dicas importantes para manter sua casa sempre segura. Proteja o seu imóvel em Jaraguá do Sul
Cinco hábitos essenciais para manter o seu imóvel seguro
Ver mais de Geral