Premix Concreto
Greve

Estado só volta a conversar com professores após o fim da greve

24 Abr 2012 - 12h40

Começou na manhã desta segunda-feira (23) de forma bastante tímida a greve dos professores da rede estadual de ensino. Por enquanto, nos municípios do Vale do Itapocu, o movimento ainda é fraco, sendo que nenhuma escola teve suas atividades suspensas nesta segunda-feira. Segundo a presidente do Sindicato dos Professores da região, Cristiane Möeller, ainda não é possível fazer um balanço do movimento que, segundo ela, deve ser progressivo e crescer durante a semana.


Já segundo a gerente regional de Educação, Lorita Karsten, a Escola Duarte Magalhães, na Barra do Rio Cerro, foi a mais prejudicada no primeiro dia de greve, com sete professores parados. No total, a estimativa é de 17 profissionais tenham aderido à greve em um total mais de mil professores.

O Secretário da Educação Eduardo Deschamps ressaltou nesta segunda-feira que o governo do estado só volta a negociar com o Sindicato dos Professores ao final da greve. A afirmação veio em entrevista coletiva onde o secretário apresentou os números da paralisação no estado.

[jwplayer mediaid="76866"]

Segundo dados oficiais, dos 40 mil professores estaduais, 1100 aderiram à greve e 17 mil alunos estão sem aulas.

(ROGÉRIO TALLINI)

 

Matérias Relacionadas

Geral

Sanitização continua em espaços públicos de Jaraguá do Sul

Nesse momento, em que o número de casos de covid-19 apresenta crescimento, a área de atuação foi ampliada
Sanitização continua em espaços públicos de Jaraguá do Sul
Geral

Defesa Civil de Jaraguá registra três ocorrências após temporal

Não houve vítimas, apenas danos materiais
Defesa Civil de Jaraguá registra três ocorrências após temporal
Geral

Temporal provoca queda de árvore em Corupá

Com a queda, pelo menos dois postes da Rua Francisco Mees, no bairro XV de Novembro, foram danificados
Temporal provoca queda de árvore em Corupá
Geral

Livro resgata receitas e histórias da Vó Nica

O lançamento acontece nesta quinta-feira (3). Toda a renda proveniente da venda do livro será revertida à AMA, da qual a autora, Marili Zanotti, é voluntária
Livro resgata receitas e histórias da Vó Nica
Ver mais de Geral