GNet
Saúde Mental

Encontro Regional de Saúde Mental discute a comunicação em rede

09 Out 2015 - 18h23
Encontro Regional de Saúde Mental discute a comunicação em rede -

Cerca de 250 profissionais da saúde, da assistência social e da educação discutem a importância do diálogo entre as três áreas (saúde, social e educação) para um atendimento integral ao cidadão, usuário dos serviços. No evento de hoje fizeram-se presentes autoridades como o deputado federal e médico neurologista Vicente Caropreso, o prefeito de Guaramirim, Lauro Fröhlich, o coordenador do Colegiado de Saúde da Amvali, Jair Tomelin, a secretária executiva da Amvali, Juliana Pereira Horongoso Demarchi, e a coordenadora de Saúde Mental de Jaraguá do Sul, Denise Thum.


Denise Thum explica que a Saúde Mental de Jaraguá do Sul já vem implantando o matriciamento (diálogo maior entre a rede de saúde, social e educação) há cerca de dois anos e que os resultados já estão sendo sentidos. “Por exemplo, um paciente que é tratado pelo serviço de saúde mental e pelo Cras, sem as duas áreas dialogarem. Ele pode estar recebendo um tratamento parecido na saúde e no social. Enquanto que cada um dos setores poderia tratar de problemas diferentes, caso dialogassem e se reunissem para discutir, em conjunto, os problemas do paciente”, compara Denise. A coordenadora relata que Jaraguá do Sul já vem realizando esse “diálogo”, através de telefonemas, visitas e reuniões intersetoriais. E que o município vai continuar caminhando para um diálogo cada vez maior.

A agente comunitária de saúde Dirce Nogueira Lewerenz, do posto de saúde da Tifa Schubert, diz que a unidade de saúde está se abrindo cada vez mais para a “comunicação em rede”. “Temos um canal aberto com o Conselho Tutelar, já fomos treinadas pelo Conselho Tutelar sobre como encaminhar casos que precisam da atenção, também temos contato com a escola da região. Ainda falta bastante, mas estamos no caminho”, afirma Dirce. A enfermeira do mesmo posto, Luciana Schuch, conta que já há um primeiro contato do posto de saúde com a Escola Max Schubert, através do programa Saúde e Prevenção na Escola (SPE), e que o diálogo está amadurecendo. “Quando saúde e educação se unem é possível dar uma assistência mais integral às crianças”, cita Luciana.

O encontro é alusivo ao Dia Mundial da Saúde Mental, 10 de outubro, e conta com palestra do diretor da Associação Brasileira de Saúde Mental, Leonardo Pinho, de São Bernardo do Campo (SP). Depois da palestra, os participantes debatem o tema em oficinas e, à tarde, compartilham as discussões obtidas a partir das oficinas. O encerramento está previsto para as 16h30. São municípios da Amvali Barra Velha, Corupá, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Massaranduba, São João do Itaperiú e Schroeder.

Fonte: Denise Thum – coordenadora do serviço de Saúde Mental, Secretaria da Saúde 



 
GNet

Matérias Relacionadas

Geral

Lavação de túmulos e jazigos pode ser feita até dia 27 de outubro em Guaramirim

Prazo para construções e manutenções encerrou na sexta-feira
Lavação de túmulos e jazigos pode ser feita até dia 27 de outubro em Guaramirim
Geral

Abertas inscrições para castração de cães e gatos na Figueira e João Pessoa

Moradores interessados devem procurar os Cras na próxima semana
Abertas inscrições para castração de cães e gatos na Figueira e João Pessoa
Geral

Fujama terá eventos no fim de semana para marcar os 16 anos

A melhora nas condições do tempo vai possibilitar a realização da primeira "Passarinhada", no Parque Natural Municipal Morro dos Stinghen
Fujama terá eventos no fim de semana para marcar os 16 anos
Economia

Vereadores aprovam e Guaramirim poderá ter prédios de até 25 andares

Projeto foi aprovado em primeiro turno
Vereadores aprovam e Guaramirim poderá ter prédios de até 25 andares
Ver mais de Geral